27 nov 2004 - 20h24

Juniores: empate põe o Atlético na final

Pela semifinal do Campeonato Paranaense de Juniores, Atlético e Paraná Clube empataram por 3 a 3 em jogo realizado na tarde deste sábado no CT do Caju. No jogo de ida, no Pinheirão, o Furacão havia vencido por 2 a 1. Com isso, o time se classificou para a final do estadual contra o Iraty, que superou o Engenheiro Beltrão.

O jogo deste sábado foi cercado de muita expectativa, já que a partida passada terminou em uma confusão generalizada e pancadaria. Por isso, a segurança foi reforçada. Dentro de campo, felizmente, não houve nenhum incoveniente, a não ser o excesso de faltas.

O primeiro tempo foi emocionante. O Paraná Clube saiu na frente logo no início do jogo. O Atlético empatou aos 19 com um golaço do artilheiro Anderson Aquino, driblando o goleiro. O tricolor marcou o segundo em um belo chute do meia Marcelo, de fora da área.


Em pé: Guilherme, Chico, Edivaldo, Robenval, Alex e Sammir;
Agachados: Murilo, Marcus Winícius, Anderson Aquino, Ticão, Evandro e Zequinha (massagista)

Mas novamente o Atlético buscou o empate e de novo com um gol de Anderson Aquino, demonstrando oportunismo. No final do primeiro tempo, o Paraná marcou o terceiro depois de cobrança de escanteio. O primeiro tempo acabou logo depois de um zagueiro paranista ter sido expulso por jogo violento.

O Atlético voltou para o segundo tempo com uma formação mais ofensiva, com Sammir no lugar de Alessandro Lopes. A alteração deu certo e Furacão perdeu diversas chances. O gol saiu depois de uma linda jogada que terminou em conclusão do meia Ticão, na cara do gol. Depois, o técnico Leandro Niehues ainda sacou o zagueiro Robenval e o lateral Murilo e colocou em campo o meia Marcelinho e o atacante Schumacher.

O meia Marcelo, do Paraná, foi expulso e o time terminou o jogo com apenas 9 atletas. Mesmo assim, o time chegou a ameaçar a meta do goleiro Guilherme em algumas oportunidades. O Atlético jogou com: Guilherme; Murilo (Marcelinho), Alessandro Lopes (Sammir), Alex, Robenval (Schumacher) e Chico; Marcus Winícius, Ticão e Evandro; Edivaldo e Anderson Aquino.

Na outra semifinal, o Iraty goleou o Engenheiro Beltrão por 3 a 0 e garantiu sua classificação para a final, já que o primeiro jogo havia sido 2 a 0 para o adversário.



Últimas Notícias