28 nov 2004 - 17h08

Dando chance para o azar

O Atlético jogou apenas 65 minutos na noite deste domingo contra o Grêmio, em Erechim. Durante esse período, fez 3 a 0, jogou melhor e venceu com tranqüilidade. Mas não foi suficiente. O relaxamento nos minutos finais custou caro ao Rubro-negro. O Grêmio buscou o empate aos 47 minutos do segundo tempo e manteve o campeonato indefinido.

Logo no início do jogo, o Atlético mostrou que estava disposto a vencer o jogo a qualquer custo. Marcão roubou uma bola no meio-campo aos 3 minutos e lançou Washington. O atacante avançou, driblou o goleiro Márcio e tocou para o fundo da rede. Porém, antes mesmo da conclusão do lance, o árbitro marcou impedimento do artilheiro do Brasileiro.

Três minutos depois, Washington partiria novamente livre, mas novamente a arbitragem marcou um impedimento duvidoso. Aos 13, Washington e Denis Marques fizeram ótima tabelinha e a bola sobrou para Fernandinho, na direita. Ele bateu cruzado, mas mandou para fora.

Depois disso, o Atlético enfrentou algumas dificuldades em função de vários passes errados e o Grêmio tentou ameaçar com os jovens Anderson e Marcelinho. Aos 23, Denis Marques fez ótima jogada pela ponta-esquerda, ganhando do zagueiro Alex Xavier e tocando para Jadson. O passe saiu curto e obrigou Jadson a se esticar para chegar na bola antes do zagueiro Baloy. Deu certo e Denis ficou livre para tocar na saída de Márcio, marcando o primeiro gol do jogo.

O gol acabou destruindo qualquer esperança gremista. Cinco minutos depois, Washington e Fernandinho protagonizaram uma jogada "invertida". O atacante fez boa jogada pela direita e cruzou para o centro da área. Fernandinho mostrou categoria e, tal qual um centroavante, dominou e tocou na saída do goleiro do Grêmio, marcando o segundo.

No desespero, o Grêmio ameaçou com chutes de Marcelinho, aos 36 e Anderson, aos 40. O Atlético esteve a ponto de marcar aos 38, com Jadson em cobrança de falta e aos 42, com Washington tocando na saída do goleiro. O último lance do primeiro tempo foi uma cobrança de falta de Cláudio Pitbull, que passou perto do gol de Diego, mas sem assustar.

Segundo tempo

O Grêmio voltou para o segundo tempo com duas novidades: o volante Luciano Santos e o atacante Roberto Santos. Logo aos 5 minutos, o tricolor ameaçou em uma jogada dos dois reservas. Luciano lançou, Rogério Corrêa não conseguiu tirar de cabeça e Roberto Santos esteve prestes a marcar quando Diego saiu bem e interceptou a jogada.

O melhor momento do Atlético no segundo tempo foi entre os 12 e os 20 minutos. Aos 13, Washington recebeu de Jadson e chutou de fora da área para boa defesa de Márcio. No minuto seguinte, Jadson cobrou falta da esquerda e Fernandinho subiu live na primeira trave, desviando de cabeça para o fundo do gol. Na comemoração, ele foi até o alambrado e vibrou com a torcida atleticana.

Aos 16, Fernandinho cruzou da direita e Washington cabeceou na trave direita de Márcio. No rebote, o próprio Washington ajeitou e chutou forte da esquerda, obrigando Márcio a fazer ótima defesa. Depois de um período de intensa pressão, o Furacão simplesmente abdicou da partida.

Com os 3 a 0 no placar, os jogadores resolveram se poupar. Levir Culpi ainda trocou Fabiano por Pingo. Aos 25 minutos, Rogério Corrêa falhou e Roberto Santos ficou livre para marcar. Depois, Levir tirou Denis e colocou William para reforçar a marcação. Não funcionou. O time continuou devagar.

Aos 44 minutos, Baloy subiu livre na área e fez o segundo. Aos 47, a zaga novamente falhou no jogo aéreo e o baixinho Cláudio Pitbull, de 1,73m, empatou o jogo, o que parecia impossível.

Com o empate, o Atlético manteve dois pontos de vantagem sobre o Santos. Pode ser que os dois pontos perdidos neste domingo não façam falta para o título. Mas que o Atlético deu uma grande chance para o azar, isso ninguém pode negar.

43ª rodada – Brasileiro – (28/11/04) – Grêmio 3 x 3 Atlético
L: Colosso da Lagoa; H: 18h; A: Wagner Tardelli Azevedo (RJ); CA: Alex Xavier (2′), Marinho (9′), Marcão (24′), Anderson (25′), Jadson (42′), Fabiano (51′) e Cristiano (53′); P: 9.467; R: R$ 128.698,00; G: Denis Marques, aos 23, e Fernandinho, aos 28 do 1°; Fernandinho, aos 14, Roberto Santos, aos 25, Baloy, aos 44, e Cláudio Pitbull, aos 47 do 2°.

GRÊMIO: Márcio; George, Baloy, Alex Xavier e Cristiano; Cocito, Leanderson (Bruno Coutinho 62′), Felipe Melo (Luciano Santos int) e Anderson (Roberto Santos int); Marcelinho e Cláudio Pitbull. T: Cláudio Duarte.

ATLÉTICO: Diego; Fernandinho, Marinho (Igor 83′), Rogério Corrêa, Marcão e Ivan; Fabiano (Pingo 64′), Alan Bahia e Jadson; Denis Marques (William 76′) e Washington. T: Levir Culpi.



Últimas Notícias

Notícias

Jogador de meio tempo ?

Contratado no mês de maio Mais precisamente no dia 22/05. O meia David Terans foi anunciado como o novo reforço do Athletico. O jogador pertencia ao…

Notícias|Opinião

Arquibancada

Quem me conhece há mais tempo já me ouviu dizer que “a arquibancada é que é o meu lugar”. Para além do sentido literal, do…