O Fala, Atleticano é um canal de manifestação da torcida do Atlético. Os textos abaixo publicados foram escritos por torcedores rubro-negros e não representam necessariamente a opinião dos responsáveis pelo site. Os autores se responsabilizam pelos textos por eles assinados. Para colaborar com um texto, clique aqui e siga as instruções. Confira abaixo os textos dos torcedores rubro-negros:
29 nov 2004 - 17h40

Heróis e homens

Após o melancólico resultado obtido diante do Grêmio, não resta alternativa ao Atlético de separar os heróis que ficarão conhecidos na história como bi campeão, dos homens que ficarão conhecidos como realizador de excelente campanha, mas acabarão em segundo ou terceiro lugar.

A história nos ensina, é implacável com perdedores, principalmente com aqueles que possuem capacidade para obter vitórias e por arrogância ou desvio de foco, perdem.

Não perdemos a guerra ainda. Só depende de nossa atitude. O Atlético só perde o bi campeonato para ele mesmo. Tem mais bola que seus concorrentes diretos. O campeonato esta aí para provar isso.

Contra o São Caetano, joga contra toda São Paulo, e é preciso entrar em campo com o espírito de um guerreiro que não aceita outro resultado senão a vitória, impondo seu jogo com garra, determinação e coragem, não dando a mínima chance para o adversário respirar.

O São Caetano tem um eficiente jogo aéreo, e faz muitos gols de falta, o que já é um perigo imediato para nossa zaga. Fabrício Carvalho é um excelente cabeçeador para nosso desespero além de bater bem as faltas. Lúcio Flávio nem se fala. Já tivemos amargas recordações. Tem uma zaga segura e costuma levar poucos gols.

Não se iluda nação rubro-negra. Retrospecto positivo, não faz nem evita gols. Cada jogo é uma nova situação.

Os jogadores atleticanos precisam encarar esses três próximos jogos, como três batalhas a serem vencidas. Não serão mais admitidos erros de qualquer natureza, seja por parte de comissão técnica, seja por parte dos jogadores.

Cabem a nós torcedores empurrar o time para a vitória, lotando a arena, criando um clima de energias positivas para nossos jogadores. Agora é a hora em que faremos a diferença como na campanha de 2001. Não vamos criar um clima de caça as bruxas agora, de achar que esse ou aquele não servem para vestir a camisa rubro-negra.

Não podemos admitir nenhuma tentativa de desestabilizar o ambiente na reta final, seja por parte da imprensa nacional ou local. Vamos dar toda a confiança e tranqüilidade necessária ao elenco atleticano, repudiando qualquer ameaça que venha de fora.

O importante é acabar o dia 19/12 em primeiro lugar. Claro que a conquista antecipada, nos traria alívio e conforto, porém nada mais gostoso do que comemorar o título na última partida às vésperas do natal.

Atleticano, nunca abaixe a cabeça, principalmente quando somos lideres isolados. Como deve estar sentindo-se a torcida do Santos com o empate bisonho conseguido a duras penas contra o medíocre Paysandu.

Nas três últimas batalhas, saberemos se torcemos por heróis ou homens.



Últimas Notícias

Fala, Atleticano

Resumão

Resolvi escrever o texto somente hoje… Depois do jogo do Ceará, em que o time fez uma boa partida, curiosamente não foi comandado por Felipão…

Fala, Atleticano

Expectativa

Pois é, o que tenho agora é uma expectativa em relação ao futuro do CAP neste ano. Mudamos de técnico, alguns jogadores chegaram, outros foram…