O Fala, Atleticano é um canal de manifestação da torcida do Atlético. Os textos abaixo publicados foram escritos por torcedores rubro-negros e não representam necessariamente a opinião dos responsáveis pelo site. Os autores se responsabilizam pelos textos por eles assinados. Para colaborar com um texto, clique aqui e siga as instruções. Confira abaixo os textos dos torcedores rubro-negros:
10 dez 2004 - 21h30

Salvem os esperançosos, pobres dos incrédulos

Desde que o Atlético assumiu a liderança do campeonato brasileiro a torcida atleticana tem sonhado ainda mais enfaticamente com o título brasileiro. Na contra mão deste sonho surgem os críticos de plantão, que mascarados por um falso jornalismo “imparcial” desdenharam da competência da equipe atleticana. Surgiu até um jargão, muito lembrado por nós atleticanos: nuvem passageira.

Não obstante, os incansáveis críticos, ao perceber que esta nuvem passageira teimava em ganhar corpo, passaram a buscar de qualquer forma motivos para impedir que a mesma se transformasse em um temporal. Veio o caso dos copos, a denúncia sobre a escalação de Dênis Marques, enfim, foram muitas as tentativas.

O que muitos não contavam é que contra a força da natureza, muito pouco se pode fazer, uma vez que o ser humano não tem poder sobre ela. Ainda não temos este poder e muito menos os críticos de plantão de impedir que uma tempestade se forme e que devaste o que estiver pela frente.

São as forças divinas. São leis naturais que estão acima de nosso alcance. Já no clube atleticano, alguns homens de boa vontade e de grande determinação descobriram uma brilhante fórmula para estimular o desenvolvimento de uma tempestade à partir de uma nuvem passageira. A fórmula é competência, garra, determinação, união, planejamento, motivação e comando. Como grandes alquimistas, manipularam estas fórmulas, imitando a natureza. Sua eficácia é comprovada. É só vislumbrar como ela arrasa seus adversários dentro de campo.

Os críticos de plantão estão assustados. Não esperavam por uma tempestade tão inusitada e duradoura. Recentemente o Rio de Janeiro entrou em alerta geral. Os setores meteorológicos detectaram a chegada desta tormenta. E seus efeitos são imensuráveis. Munida pela iminência do título, a tormenta ganhou corpo tão vigoroso, após arrasar o São Caetano na Arena da Baixada, que simplesmente se transformou em um furacão.

Mas não existem furacões no Brasil!

Existe sim!

Foi criado por sábios alquimistas na Arena Baixada. No início ela vem como uma nuvem passageira, depois se transforma numa tempestade, e sobre o calor da torcida, os átomos são agitados, e como uma reação em cadeia surge o furacão.

Um alerta aos críticos de plantão. Tomem cuidado com as nuvens passageiras, nunca se sabe até onde por trás delas, há um furacão em formação.



Últimas Notícias