11 dez 2004 - 12h20

Manchetes atleticanas deste sábado

O que é ser campeão brasileiro?
Amanhã, mais ou menos às 18 horas, a torcida atleticana pode entrar em êxtase com a conquista de mais um título nacional pelo Rubro-Negro. [Leia mais].

 

Atlético está pronto para a decisão de amanhã
Em meio ao tiroteio verbal da semana, das provocações de Eurico Miranda, ameaças da torcida adversária e de ter que jogar no folclórico estádio do Vasco da Gama, os jogadores se mostram preparados para a decisão contra a equipe carioca e dar ao clube o bicampeonato. Para isso, o time terá que superar o tabu de nunca ter vencido o adversário no seu estádio. O confronto está programado para as 16 horas de amanhã. [Leia mais].

 

Levir vê disputa “intragável”
“Apesar disso, vamos pensar apenas na partida. Fechar o ano com o título. Está todo mundo preparado e focado só no campo”, complementou ele, visivelmente chateado com toda a confusão criada em torno da partida de amanhã, às 16 horas, contra o Vasco, em São Januário. [Leia mais].

 

Paraná e Coritiba torcem por título do Atlético-PR
Com a chegada do fim do Campeonato Brasileiro e as possibilidades crescentes de o Atlético faturar o título já começaram a repercutir entre os cartolas paranaenses. Todos são unânimes em dizer que a taça indo para o Paraná trará benefícios para o futebol do estado. Até mesmo os dirigentes dos rivais Coritiba e Paraná Clube admitem que é bom o Furacão levar o campeonato. [Leia mais].

 

Será que o título sai neste domingo?
O clima que cerca o jogo no Rio é de decisão, de final de campeonato. De Curitiba, sairão cerca de 20 ônibus de torcedores com destino a São Januário e os jogadores do Atlético, dos mais experientes aos mais jovens, não escondem a vontade de antecipar a conquista. “O time está mais que maduro. Está concentrado para este jogo. É uma decisão”, disse Washington, 29 anos. [Leia mais].

 

Atlético-PR quer seriedade
A equipe paranaense pode conquistar amanhã o título nacional. Para isso, os atleticanos têm que ganhar do Vasco, em São Januário, e torcer para o Santos não ganhar do São Caetano, no ABC. [Leia mais].

 

São Januário não assusta o time do Atlético
Porém, a rapaziada garante que não tem medo, nem do estádio do Vasco, nem do clube carioca em si. “Vamos lá pra jogar futebol. Os problemas extra-campo a gente deixa para a diretoria resolver”, diz o goleiro Diego. “Sei que o jogo vai ser difícil e é com isso que eu estou preocupado. Quanto ao que pode acontecer fora das quatro linhas, não posso dizer nada”, emendou. [Leia mais].

 


Últimas Notícias

Fala, Atleticano

Jogo da vida

Por curiosidade, fui verificar qual a possibilidade da queda do CAP para a segunda divisão, e apresentou 16.4%, preocupante em vista que estamos num bolo…

Fala, Atleticano

Flertando com a ZR

Como já disse, estou feliz por ser Bicampeão Sulamericano e estar na final do Copa do Brasil, mas, deste jeito não dá. Ontem mais uma…