16 dez 2004 - 10h52

Manchetes atleticanas desta quinta-feira

"Vou disputar a Libertadores pelo Atlético"
O assunto "transferência para outra agremiação" é de menor importância na lista do atleta. "Primeiro está a minha recuperação. Depois quero disputar a Libertadores pelo Atlético", afirma Dagoberto, interrompendo a sessão de especulações de que seus novos procuradores da empresa Massa Assessoria Esportiva, ligada ao radialista, ex-deputado estadual e apresentador do SBT, Carlos Ratinho Massa, já teria negociado o jogador. [Leia mais].

 

Eurico denuncia, mas Atlético nega oferta de prêmio ao Vasco
"O Atlético nega qualquer tipo de atitude ou participação num episódio como este. Este fato é lamentável porque futebol não se faz assim", retrucou João Augusto Fleury da Rocha, presidente do clube. [Leia mais].

 

Atlético sofre na mão de Eurico
E por fim, ele voltou a refutar a acusação de Eurico. “Temos um orçamento, devidamente divulgado e acompanhado por auditores independentes, e não colocaria uma rubrica nele para direcionar uma quantia aos oponentes.” [Leia mais].

 

Torcida do Atlético-PR aposta no título
Prova disso, é que a Baixada deve ter, mais uma vez, lotação máxima para a partida contra o Botafogo. Em dois dias já foram vendidos 15.900 ingressos, esgotando a primeira carga de colocada à venda pela diretoria. [Leia mais].

 

Mala-preta na berlinda
O presidente do Atlético, João Augusto Fleury da Rocha, negou ontem que o clube procurou o Vasco e que apresentou qualquer proposta. “Eu não entrei em contato com ele e o clube não enviou nenhum emissário. O Atlético não entra nesse jogo”, declarou. [Leia mais].

 

Culpi quer presentear atleticanos
O técnico Levir Culpi começa hoje, no CT do Caju, a definição do time que joga contra o Botafogo no domingo. O treinador admite que as chances de ser campeão agora são bem pequenas mas faz questão de cumprir seu papel e cobrar uma vitória dos jogadores no domingo, na Arena da Baixada. [Leia mais].

 

Levir Culpi tenta manter a motivação
"Temos um fio de esperança. No futebol, tudo pode acontecer”, afirmou o treinador atleticano, sobre a possibilidade de seu time conquistar o título nacional. [Leia mais].

 

Eurico Miranda continua dando trabalho
O presidente do Clube Atlético Paranaense, João Augusto Fleury, disse não ter conhecimento de tal denúncia e enfatizou que não autorizou qualquer pessoa ligada ao clube a oferecer dinheiro a qualquer agremiação do futebol brasileiro. “Eu já disse, na semana passada, que o Atlético não entra nesse jogo e posso garantir que ninguém aqui ofereceu dinheiro a esse senhor”. [Leia mais].

 


Últimas Notícias

Copa do Brasil

Era uma vez…..

…. um time que vencia mas não convencia. Um time que tinha alguns padrões bem definidos e que quase sempre se repetiam jogo após jogo:…