23 dez 2004 - 11h37

Manchetes atleticanas desta quinta-feira

Atlético-PR procura substituto para Washington
Depois do vice-campeonato no Brasileirão, a conquista da Libertadores em 2005 é a principal meta do Atlético-PR a partir de agora. Por isso, o Furacão não está poupando esforços em negociar a chegada de jogadores que ajudem a equipe a alcançar o título. A prioridade do Furacão é contratar um atacante. [Leia mais].

 

Atlético pode ser punido pela morte de torcedor
O Procon vai abrir investigação para apurar a morte do torcedor do Atlético Eduardo Michel Domingues de Oliveira. Ele caiu no fosso da Arena antes da partida contra o Botafogo e acabou morrendo em decorrência de traumatismo craniano. O clube pode ser multado em até R$ 3 milhões e seus dirigentes destituídos ou suspensos caso se comprove que houve negligência da segurança nas arquibancadas do estádio no dia da partida. [Leia mais].

 

Página virada
O técnico Levir Culpi estava ontem diferente. Nem parecia aquele sujeito estressado das últimas semanas, à beira de decidir o Brasileiro. A tensão era substituída por muitos sorrisos e brincadeiras. O alívio fazia jus a um trabalho quase perfeito. Em entrevista coletiva na Arena, o treinador deu oficialmente adeus ao Rubro-Negro. [Leia mais].

 

Furacão quer Cuca, Geninho ou Chamusca
Depois dos últimos acertos de treinadores com alguns clubes e as declarações do presidente do Atlético, João Augusto Fleury da Rocha, três nomes ganham força para comandar o rubro negro em 2005. De uma lista de vários técnicos, Cuca, Geninho e Péricles Chamusca começam a despontar como os mais prováveis comandantes do elenco do Furacão em 2005. [Leia mais].

 

Alfinetadas na despedida de Levir
Em entrevista coletiva, Levir Culpi confirmou sua transferência ao Cruzeiro, explicou o episódio em que abraçou jogadores e técnico do Botafogo e chamou o presidente do clube de “torcedor”. Como resposta, foi sutilmente tachado de “mercenário”. [Leia mais].

 

Levir se despede de Curitiba
Depois de conduzir o Atlético-PR ao vice-campeonato brasileiro de 2004, o técnico Levir Culpi, que acertou sua transferência para o Cruzeiro, se despediu ontem de Curitiba e alegou motivos familiares para deixar clube do Paraná. [Leia mais].

 

Levir vai embora debaixo de muita fumaça
Depois de uma campanha brilhante no Campeonato Brasileiro, o técnico Levir Culpi se despediu oficialmente do clube, ontem pela manhã. O treinador agradeceu pelo trabalho realizado e anunciou que assumirá a equipe do Cruzeiro na próxima temporada. [Leia mais].

 


Últimas Notícias

Copa do Brasil

Era uma vez…..

…. um time que vencia mas não convencia. Um time que tinha alguns padrões bem definidos e que quase sempre se repetiam jogo após jogo:…