13 jan 2005 - 0h28

Novo técnico tem pouca experiência no Brasil

O novo técnico do Atlético, Casemiro Mior, tem um currículo acanhado, especialmente em times brasileiros. Os clubes nacionais já dirigidos pelo ex-jogador são os seguintes: Inter de Limeira, 15 de Novembro de Campo Bom, Guarani de Venâncio Aires, Veranópolis e Rio Claro.

Ou seja, trabalhou apenas em equipes do interior do Rio Grande do Sul e de São Paulo. Mesmo assim, nenhum desses clubes figurar sequer entre os principais do interior. O trabalho de maior destaque de Casemiro foi no Veranópolis, conduzindo o clube ao quarto lugar do Campeonato Gaúcho de 98. O time foi eliminado nas semifinais pelo Inter, que acabou derrotado pelo Juventude na final.

Fora do Brasil, os feitos de Casemiro são um pouco mais expressivos. Teve passagem discreta pelo Deportivo Chacao em 97 (no ano seguinte, o clube teve o nome alterado para Deportivo Italchacao). Depois do bom trabalho no Veranópolis, foi convidado a trabalhar em Hong Kong, na China.

Ficou quatro anos lá, dirigindo a seleção olímpica, a seleção principal e o time South China Athletic Association. Por essa razão, teve a oportunidade de fornecer a Luiz Felipe Scolari detalhes sobre a formação da seleção chinesa, adversária do Brasil na primeira fase da Copa do Mundo de 2002.

Porém, o melhor trabalho de Mior foi mesmo no Nacional da Ilha da Madeira. O time foi quarto colocado do último Campeonato Português e se classificou à Taça da UEFA, feito inédito. Neste ano, a campanha não é boa e o Nacional luta para sair da zona de rebaixamento.



Últimas Notícias

Copa do Brasil

Era uma vez…..

…. um time que vencia mas não convencia. Um time que tinha alguns padrões bem definidos e que quase sempre se repetiam jogo após jogo:…