20 jan 2005 - 18h51

Maculan reclama da atuação da arbitragem

O superintendente de futebol do Atlético, Alberto Maculan, não gostou da atuação do árbitro Maurício Batista dos Santos no jogo desta tarde na Vila Olímpica. O dirigente acredita que o árbitro foi muito conivente com as jogadas mais ríspidas do Império, que “entrou para bater”, conforme definiu.

“Só bateram no nosso time e o juiz deixou. Ele só expulsou porque não tinha mais jeito. O Império entrou para bater e o juiz deixou. Tem que aplicar a regra, falta sem bola, falta por trás, tem que ser punido. Mas o juiz não foi enérgico assim e deixou o jogo correr desta maneira. Só faltou tirarem sangue do Jorge Henrique”, disse, referindo-se às constantes faltas sofridas pelo atacante atleticano.

Maculan revelou que existe a preocupação do Atlético com a arbitragem no Estadual, principalmente na questão disciplinar. “Estamos sim preocupados com a atuação da arbitragem no Paranaense. Afinal, não podemos correr o risco de colocar um jogador em campo e quebrarem a perna dele ou ter uma contusão séria”, desabafou.



Últimas Notícias

Copa do Brasil

Era uma vez…..

…. um time que vencia mas não convencia. Um time que tinha alguns padrões bem definidos e que quase sempre se repetiam jogo após jogo:…