14 fev 2005 - 18h31

Atleticanos apostam na vontade para vencer

Raça, amor e disposição. Essas são as palavras de ordem para os jogadores do Atlético durante a Copa Libertadores da América. De acordo com o técnico Casemiro Mior, nesse tipo de competição, muitas vezes a vontade se sobressai à técnica e é justamente esse estilo “copeiro” que ele pretende implantar no Atlético, para ter sucesso no campeonato.

Para o meia Fernandinho, com essa receita o Atlético pode sim ir longe na competição. E para vencer o adversário desta terça-feira, o segredo pode ser justamente usar as mesmas armas do rival. “O futebol colombiano é de muita força, muita pegada. Se a gente se espelhar neles podemos ter sucesso tanto na partida de amanhã quanto na própria Libertadores”, acredita.

Opinião compartilhada pelo lateral-esquerda Marín. “Temos que honrar as cores da equipe dentro de campo com muita raça e superação, isso pode fazer a diferença em uma competição internacional”, aposta.



Últimas Notícias

Brasileiro

Saudades do ex? Por aqui, não.

Pela terceira rodada do Brasileirão, o Athletico foi até Porto Alegre para enfrentar o Grêmio de Tiago Nunes. Surpreendente na escalação, António Oliveira iniciou o…