20 fev 2005 - 13h38

Economista cita Atlético para explicar eleição

O economista Gesner Oliveira, ex-presidente do Cade e professor da FGV-EAESP, citou a disputa entre Atlético e Santos pelo título brasileiro para explicar as eleições para a presidência da Câmara dos Deputados. Na semana passada, o deputado federal Severino Cavalcanti (PP-PE) foi eleito presidente da casa, em uma das grandes zebras da história política brasileira.

Segundo Gesner, o fenômeno foi semelhante à vitória do Santos no último Campeonato Brasileiro. O Atlético estava muito próximo do título, mas o imponderável acabou determinando um resultado que ninguém esperava. Confira um trecho da coluna de Gesner Oliveira publicada na edição de sábado na Folha de S. Paulo, caderno Dinheiro:

O efeito Severino
por Gesner Oliveira

Morre-se de tudo no Brasil, menos de tédio. A surpresa com a vitória do deputado Severino Cavalcanti (PP-PE) para a presidência da Câmara abalou a política, mas terá efeito limitado sobre a economia.

É difícil imaginar algo que mude tanto quanto a política. Talvez as nuvens, certamente o futebol. No Campeonato Brasileiro do ano passado, o líder Atlético Paranaense vencia por 3 a 0 o lanterna Grêmio. A vitória praticamente assegurava o título ao time paranaense. O Grêmio empatou em 3 a 3, com dois gols nos últimos três minutos de jogo, o Atlético perdeu dois pontos preciosos e o Santos acabou campeão. Quando ocorreu a zebra Severino na madrugada de segunda-feira, há quem tenha pensado se o campeonato, ou a reeleição, não teria escapado naquele momento.



Últimas Notícias

Copa do Brasil

Era uma vez…..

…. um time que vencia mas não convencia. Um time que tinha alguns padrões bem definidos e que quase sempre se repetiam jogo após jogo:…