25 fev 2005 - 10h01

TJD absolve árbitros do jogo contra Império

O árbitro José Francisco de Oliveira e o assistente Rogério Luder foram absolvidos pelo Tribunal de Justiça Desportiva (TJD) na noite desta quinta-feira. No último domingo, ambos validaram um gol inexistente num chute de William que foi para fora. Assim, acabaram prejudicando o time do Império que, até então, vencia o Atlético por 2 a 1, na Arena da Baixada.

A audiência teve início às 18h30 e durou cerca de uma hora. Segundo informações do Bom Dia Paraná, os auditores levaram em consideração a falha na interpretação do lance. A infração não estaria prevista no Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD).

Se fossem condenados, os árbitros poderiam ser suspensos por 30 dias ou até proibidos de apitar novamente. De domingo até o julgamento, Luder e Oliveira foram afastados administrativamente da escala de jogos e tiveram suas inscrições canceladas pela Federação Paranaense de Futebol.

O assistente Luder afirmou para a reportagem que estava confiante na absolvição. “Eu tinha certeza que seria feita a justiça, porque em momento algum houve tendência a prejudicar alguém. Eu sabia que isso seria reconhecido”. Já o árbitro Oliveira comemorou o fim de uma agonia. “Foi difícil pra mim. Eu ainda não consegui dormir. Mas agora eu vou dormir tranqüilo, de cabeça erguida”.

Fonte: Tudo Paraná



Últimas Notícias

Paranaense

Atletiba acaba empatado

Coritiba e Athletico ficaram no empate de 1 X1 no Couto Pereira no final da tarde, quase noite pelo Paranaense 2024. Mastriani abriu o placar…