28 fev 2005 - 18h29

Procuradoria recorre da decisão do TJD

Nesta Segunda-feira (28), o procurador Davis Bruel recorreu da decisão da Primeira Comissão do Tribunal de Justiça Desportiva (TJD), que absolveu o árbitro José Francisco de Oliveira e o assistente Rogério Luder. Ambos validaram um gol inexistente do Atlético contra o Império, no dia 20 de Fevereiro.

Segundo o presidente do Tribunal de Justiça Desportiva, Bortolo Escorssim, o recurso será julgado no dia 17 de Março.

Oliveira e Luder foram julgados Quinta-feira passada com base no artigo 259 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD) e absolvidos.

Apesar da decisão do TJD, o árbitro e o assistente continuam com as inscrições canceladas na Federação Paranaense de Futebol (FPF).

Fonte: Assessoria de Imprensa da Federação Paranaense de Futebol



Últimas Notícias

Copa do Brasil

Era uma vez…..

…. um time que vencia mas não convencia. Um time que tinha alguns padrões bem definidos e que quase sempre se repetiam jogo após jogo:…