16 mar 2005 - 10h13

Opinião de Ricardo Campelo

O colunista Ricardo Campelo fala sobre o primeiro jogo na Kyocera Arena.

Um novo passo
por Ricardo Campelo

Hoje, às 19:00h, iremos ao estádio Joaquim Américo, a eterna Baixada, para ver um jogo que, em si, não é de muita importância para o Atlético. Três pontos no campeonato paranaense é pouca coisa para as pretensões do Clube atualmente. Mas a partida também é um marco na história do futebol brasileiro. A partir de hoje, o Atlético possui a Kyocera Arena, o primeiro estádio no Brasil a ser batizado utilizando-se os naming rights, ou direitos de uso do nome.

Muito mais do que o nome do estádio, o que está em jogo é a grandeza do próprio estádio, assim como do Clube. De tantos estádios no Brasil, o do Atlético, ainda com uma parte a ser concluída, é agora o único capaz de trazer receita em razão de sua simples existência.

A empresa japonesa Kyocera dará dinheiro ao Atlético para poder estampar sua marca no estádio. Além de mostrar o grande acerto do Clube ao investir neste patrimônio, a parceria representa um novo passo do Atlético em direção à modernização. O Clube mostra que cresceu, e, mais importante que isso, que pode se sustentar como grande. Enquanto outros acumulam dívidas, o Atlético cresce cada vez mais.

No nosso coração, este estádio será sempre a Baixada, o Joaquim Américo. Mas na visão progressista que todos nós temos, ou devemos ter, é hora de dar boas vindas à Kyocera Arena.

Ricardo Campelo é colunista da Furacao.com. Clique aqui para ler outros textos de sua autoria.

O conteúdo da opinião acima é de responsabilidade exclusiva de seu autor e não expressa necessariamente a opinião dos integrantes do site Furacao.com.
Entre em contato com o colunista.



Últimas Notícias