25 abr 2005 - 12h21

Lio Evaristo não ficou no banco de reservas

O auxiliar-técnico Lio Evaristo não ficou no banco de reservas durante o jogo deste domingo contra a Ponte Preta. Desde a contratação de Edinho, foi a primeira vez que Lio não esteve no banco auxiliando o novo treinador. Ele desempenhou essa função nas partidas contra o América de Cáli, contra o Coritiba e contra o Libertad, no Paraguai. O Furacão venceu as três.

No jogo contra a Macaca, Lio permaneceu no "pombal", comunicando-se com Edinho por sistema de rádio. Coincidentemente, Edinho perdeu sua invencibilidade justamente quando deixou de contar com o apoio direto do auxiliar durante o jogo.



Últimas Notícias

Libertadores

Vamos, oh meu Furacão

Os pouco mais de 1.800 km que separam Curitiba de La Plata começaram a ser enfrentados por centenas de atleticanos desde o último fim de…