26 abr 2005 - 21h11

Atlético denuncia o Coritiba no TJD

Nesta terça-feira, dia 26, o advogado do Atlético Paranaense, Gil Justen, entrou com uma queixa no Tribunal de Justiça Desportiva (TJD) contra o Coritiba. Segundo denúncia do Rubro-negro, a depredação que ocorreu no vestiário da Arena, no Atletiba final do Paranaense, no dia 17 de Abril, é de responsabilidade do Coritiba. O advogado atleticano pediu que o tribunal julgue o Alviverde pela infração do artigo 219 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD). "Danificar praça de desportos, sede ou dependência de entidade de prática desportiva. Pena: suspensão de 30 a 120 dias e indenização pelos danos causados, a ser fixada pelo órgão judicante competente", diz o artigo.

De acordo com a denúncia do Atlético, foram quebrados os espelhos, tampos e cubas de pias, tampas de privadas foram arrancadas, assim como também torneiras e chuveiros do vestiário destinado ao Alviverde, resultando em um prejuízo de R$ 2.795. O presidente do TJD, Bortolo Escorssim, informou que se o Coritiba for condenado, terá que cumprir a pena no Campeonato Brasileiro. O caso deverá ser julgado na próxima semana.

Fonte: Federação Paranaense de Futebol



Últimas Notícias

Brasileiro

Libertadores, estamos chegando!

Na Arena da Baixada, o Athletico enfrentou o Botafogo pela última rodada do Campeonato Brasileiro de 2022. Dependendo somente das suas forças para garantir presença…