12 maio 2005 - 15h32

Chamusca e Vadão estão entre os mais cotados

Está aberta a temporada de especulações. Com a demissão do técnico Edinho Nazareth e de toda a sua comissão técnica, as especulações sobre nomes do possível comandante atleticano são alimentadas pela crescente curiosidade da torcida. Assim, quanto mais o tempo passa, mais nomes são agregados à lista original. Nas duas últimas contratações (Casemiro Mior e Edinho), a diretoria apostou em nomes que não estavam dentre os mais cotados.

No dia seguinte à saída de Edinho, dois nomes surgem com mais força dentre os nomes especulados: Péricles Chamusca e Oswaldo Alvarez, o Vadão. O primeiro integra a nova safra de treinadores nacionais, mas é relativamente experiente. Começou a carreira muito cedo, há quase uma década, no Vitória. Levou o Brasiliense à final da Copa do Brasil e foi campeão da competição comandando o Santo André. Dirigiu também o São Caetano e, neste ano, o Goiás. Está desempregado.

Já Vadão é um velho conhecido da torcida atleticana. Comandou o Atlético pela primeira vez em 99 e 2000, dirigindo o time em sua primeira participação na Libertadores. Voltou ao clube em 2003, mas desta vez não teve um desempenho tão marcante.

Fontes

O nome de Péricles Chamusca foi citado nas reportagens do Estado do Paraná e da Gazeta do Povo. Porém, em ambos os jornais não há citação quanto à origem da fonte da especulação ou qualquer dado que dê força ao boato. De todo modo, Chamusca já havia sido incluído nas listas de cogitação do início do ano e está desempregado.

Em relação a Vadão, que está trabalhando na Ponte Preta, a notícia surgiu na imprensa de Campinas. O auxiliar-técnico Gersinho, que inclusive trabalhou com o treinador no Atlético, revelou que o técnico havia sido procurado. Gersinho garantiu que permaneceria na Ponte Preta mesmo no caso de Vadão acertar com o Rubro-negro. A notícia foi divulgada pela Agência Futebol Interior (clique aqui para ler a nota).

Outra hipótese que não deve ser descartada é a de que a direção aguarde mais tempo antes de anunciar o substituto de Edinho. O plano seria aproveitar a experiência de Borba Filho nos próximos jogos para poder decidir com calma o nome do novo técnico.



Últimas Notícias