16 maio 2005 - 17h07

Confira as notas dos jogadores no jogo de ontem

Veja abaixo a média de cada jogador atleticano que participou do jogo deste domingo contra o Corinthians, na Kyocera Arena. As notas foram conferidas por integrantes da equipe Furacao.com e serão computadas para o Troféu Furacao.com do mês de maio:

Diego: Não teve culpa nos gols do Corinthians e ainda evitou que o Atlético sofresse mais. Fez um milagre no segundo tempo. 6,75

Jancarlos: Uma partida razoável, com boas descidas para o ataque, mas pouca eficiência nos cruzamentos. Sofreu uma agressão de Marquinhos dentro da área, mas o árbitro não marcou a penalidade máxima. 5,19

Baloy: Boa partida. Jogou com seriedade e foi o destaque defensivo da equipe. 5,94

Marcão: Um de seus piores jogos pelo Atlético. Falhou no segundo gol corinthiano e errou demais. Tem crédito, mas precisa melhorar, pois falhou nas 3 últimas partidas. 3,88

Marín: Esteve bem no apoio ao ataque, principalmente no primeiro tempo, pois foi logo substituído na segunda etapa. 5,88

Alan Bahia: Anulou o meia Carlos Alberto, mas esteve preso à marcação e participou pouco da armação de jogadas. 5,69

Cocito: Ainda está sem ritmo de jogo. Não tolerou a provocação do argentino Tevez. 5,19

Fabrício: Um bom primeiro tempo que foi coroado com um bonito gol de falta. Na segunda etapa, foi substituído após a cobrança de 3 escanteios que quase resultaram no gol de empate. 5,81

Lima: Jogando de meia conseguiu criar boas jogadas e participou bem da partida até ser substituído. Deveria ter permanecido em campo, pois fazia uma boa partida. 6,63

Aloísio: Apagado. Admitiu, em entrevista após o jogo, não ter conseguido brilhar ainda no Atlético. Perdeu um gol feito, após belíssimo toque de letra de Rodrigo. 4,31

Cléo: Teve uma estréia razoável, sendo útil para o time. Apesar de quase ter feito dois gols de cabeça, não foi muito perigoso. Podia ter arriscado mais. 5,13

Entraram no segundo tempo:

Durval: Entrou para ajeitar o sistema defensivo. Salvou um gol do Corinthians no susto. 5,50

Rodrigo: Apesar de estar fora de forma, fez belas jogadas, com destaque para o toque de letra para o Aloísio. Ainda arriscou chutes de longa distância, prática pouco usada pelos demais jogadores do Atlético. 6,56

Evandro: Tentou criar jogadas, mas naquele momento o Atlético já tentava o gol de empate sem nenhuma organização. Ia entrar quando o jogo estava empatado, mas o gol da virada fez o treinador mudar de idéia e acabou entrando apenas no final da partida. 5,63



Últimas Notícias

Notícias

Já faz um ano….

Neste dia 04 de março faz exatamente um ano que o torcedor atleticano viu o Furacão de perto, ao vivo e em cores dentro da…