24 maio 2005 - 16h27

Antônio Lopes na área

Poucos esperavam, mas o novo técnico do Atlético é o experiente Antonio Lopes, com larga folha de serviços prestados ao futebol brasileiro e com mais de 25 anos de carreira. Depois da especulação dos nomes de Vadão, Nelsinho Baptista, Péricles Chamusca, Oswaldo de Oliveira e Ivo Wortmann, a diretoria acabou optando por uma solução mais "caseira". Lopes já trabalhou no Atlético (durante a temporada de 2000) e estava há mais de um ano no Coritiba, tendo conhecimento do atual momento do futebol paranaense.

O presidente do Conselho Gestor do Atlético, João Augusto Fleury da Rocha, afirmou que o técnico já deverá seguir viagem para o Paraguai a fim de acompanhar a equipe no decisivo jogo da Libertadores contra o Cerro Porteño, na próxima quinta-feira.

Escolha do novo treinador

Com a saída de Edinho, no dia 11 de maio, o time passou a ser comandado interinamente por Borba Filho. Ele promoveu uma alteração no sistema tático (do 4-4-2 para o 3-5-2) e passou a utilizar alguns jogadores que não vinham jogando, casos de Cléo, Rodrigo e André Rocha. Ao mesmo tempo, Borba passou a aconselhar a diretoria na escolha do novo treinador atleticano. Há alguns dias, o presidente João Augusto Fleury da Rocha já havia dado indícios que que a escolha seria por um profissional com mais experiência que os que dirigiram o clube em 2005. "O Atlético precisa de um estrategista, o grupo ainda não tem um jeito de jogar. Precisamos de um líder, um técnico que goste de trabalhar com um grupo já formado", afirmou ele.

Em entrevista exclusiva à Furacao.com, Fleury elogiou o ex-técnico atleticano Geninho, campeão brasileiro pelo clube em 2001 e que atualmente está na Arábia Saudita. Disse que ele tem o perfil procurado pelo clube, mas a impossibilidade de ele assumir o comando do Atlético imediatamente acabou emperrando as negociações. Geninho tem contrato com o Al Ahli até o final de junho e só poderia voltar ao Brasil em julho. Por isso, o Furacão deu prioridade a um profissional que pudesse assumir o time imediatamente.

Dos técnicos que estão desempregados no momento, o presidente disse que Lopes foi uma boa opção, pois tem muita experiência e disposição de trabalhar com jovens talentos. O elogio demonstra a alteração da política de investimento em treinadores jovens, com vontade de construir uma carreira a partir da estrutura e das oportunidades oferecidas pelo Furacão. No início do ano, o clube apostou no desconhecido Casemiro Mior e, depois, em Edinho, cuja carreira de técnico ainda não decolou. Porém, a estratégia não funcionou e os dois acabaram demitidos.

Delegado Lopes

Delegado da Polícia Civil aposentado, Antonio Lopes, 63 anos, é um dos mais experientes treinadores do futebol brasileiro em atividade. Gozador de enorme prestígio perante a CBF em função de sua atuação como supervisor técnico na Copa do Mundo de 2002, Lopes tem bom trânsito também com dirigentes dos clubes por onde passou. Até hoje, é admirado por Eurico Miranda, do Vasco da Gama e por Giovani Gionédis, do Coritiba, seu último clube.

Dirigiu o Coxa por mais de um ano, conquistando um título paranaense e um vice-campeonato. Foi demitido há menos de 20 dias em função de uma pressão de torcedores, mas ainda contando com apoio dos dirigentes. "O Antonio Lopes é um grande homem. Ajudou muito o Coritiba e merece todo nosso respeito", afirmou Gionédis no dia em que anunciou a demissão do treinador.

Antonio Lopes é carioca e já dirigiu o Olaria, América-RJ, Vasco, seleção do Kuwait, Fluminense, Flamengo, Sport, Al Wasl-EAU, Portuguesa, Belenenses-POR, Internacional, Santos, Al Hilal-SAU, Cruzeiro, Cerro Porteño-PAR, Paraná Clube, Atlético e Grêmio. Foi também supervisor técnico da Seleção Brasileira e conquistou a Copa do Mundo de 2002. Além disso, foi campeão paranaense (96 e 2004), carioca (97, 98, 99 e 2003), brasileiro (97) e da Libertadores (98).

Lopes deverá chegar hoje a Curitiba e depois participará de uma reunião com a cúpula atleticana. O filho do treinador, Antonio Lopes Jr., que continua trabalhando no Coritiba, não será contratado pelo Atlético.



Últimas Notícias

Hugo Moura comemora golaço marcado na Arena

Brasileiro

Volte sempre, meu vice.

Na Arena da Baixada, Athletico 4 x 2 RB Bragantino. O Athletico entrou em campo com um time bastante modificado, poupando jogadores para o confronto…