30 maio 2005 - 20h14

Gallo tenta jogar responsabilidade para o Atlético

Na coletiva após o treino desta segunda-feira, o técnico santista Gallo disse que o Atlético leva vantagem no confronto contra a sua equipe, quarta-feira, pela primeira partida das quartas-de-final da Taça Libertadores, já que joga em casa, na Arena da Baixada. O treinador fez questão de salientar que o fato de o time paranaense estar na lanterna do Campeonato Brasileiro – com seis derrotas em seis jogos – não significa que os duelos serão fáceis.

"Não tem nada a ver com o Campeonato Brasileiro. No mata-mata da Libertadores, se você não está num dia bom, acaba perdendo e ficando de fora da competição. O favoritismo lá é deles. Junto com a Vila Belmiro, a Arena é um dos estádios mais difíceis de se atuar, a torcida pressiona demais", afirmou.

Para a partida, Gallo não poderá contar com o lateral Paulo César, e pode improvisar o cabeça-de-área Bóvio na lateral direita. O goleiro Henao, que deslocou o dedo anelar da mão direita, era dado como desfalque certo, mas treinou normalmente nesta segunda-feira e pode jogar. Por outro lado, Ricardinho e Robinho foram liberados para se apresentar à seleção brasileira após o jogo em Curitiba e estão confirmados.



Últimas Notícias

Notícia

Deu tela azul, no Azuriz

Pela sexta rodada do Campeonato Paranaense o Athletico recebeu o Azuriz. E desde o início demonstrou que está em franca evolução. Já aos 4 minutos,…