6 jun 2005 - 11h13

Sporting pode ser o parceiro no caso Denis Marques

A solução do litígio envolvendo o atacante Denis Marques e o Kuwait Sporting, que resultou da punição do jogador pela FIFA, passa pela busca de um clube para ser parceiro do Atlético. O Rubro-negro pretende pagar a multa que está impedindo Denis de jogar, mas não dispõe de verba suficiente para investir em Denis. A multa gira em torno de US$ 700 mil.

O Atlético pretende oferecer uma parceria a um clube europeu ou asiático. A idéia é a seguinte: as equipes arcariam com a multa e Denis atuaria pelo Atlético durante algum período e, posteriormente, seria transferido para o futebol do exterior. A definição da duração do contrato do atacante com o Furacão dependeria da porcentagem da multa arcada pelo time estrangeiro.

O primeiro parceiro em potencial do Furacão é o Sporting, de Lisboa. O empresário Francisco Dambrós já fez uma proposta aos dirigentes portugueses e aguarda uma resposta. A informação foi divulgada pelo jornal Record, de Portugal. O problema é que o Sporting procura um atacante imediatamente, uma vez que deve perder Liedson, seu artilheiro e ídolo da torcida. No noticiário do clube, diversos nomes são especulados: Nadson, Nilmar e Grafite (curiosamente, todos brasileiros).

Como o Sporting tem necessidade de reforçar seu ataque imediatamente, o interesse do clube por Denis Marques só se justificaria caso a direção consiga contratar outro avante ou, mais remotamente, caso o contrato de Liedson seja renovado.



Últimas Notícias

Opinião

PlaneJUMENTO

Antes de tudo, dar os devidos créditos ao @fabiangarrett93 que cunhou tal termo no Twitter sendo de uma felicidade incrível pois ilustra perfeitamente aquilo que…