9 jun 2005 - 1h45

Fabrício explica os planos para sua carreira

O meia Fabrício esclareceu as declarações que havia dado sobre uma possível conversa com a diretoria do Atlético para sua negociação. Divulgou-se que o atleta havia recebido uma proposta do Brasiliense e pediu para não atuar contra o Figueirense para poder acertar sua transferência. Fabrício explicou que prefere jogar em um outro clube a permanecer na reserva, mas mesmo assim confessou que está satisfeito em atuar pelo Rubro-negro.

"Eu estou feliz no Atlético e o meu intuito não é sair daqui, mas fico preocupado em jogar mais de seis partidas e depois não ser aproveitado", declarou o jogador, que tem proposta para voltar ao Brasiliense, clube pelo qual conquistou o título da Série B de 2004.

Na terça-feira notícias davam conta de que Fabrício não poderia disputar a partida do próximo sábado, sua sexta neste Campeonato Brasileiro, contra o Figueirense caso pretendesse se transferir. Segundo o artigo 9 do Regulamento do Campeonato Brasileiro, "qualquer atleta poderá trocar de clube ao longo do campeonato, desde que tenha atuado por um número máximo de seis partidas pelo seu clube de origem, respeitado os prazos de registro estabelecidos neste regulamento, sendo permitida apenas uma troca de clube por atleta"

O jogo contra o time catarinense pode marcar a saída de Fabrício do Atlético, mas o jogador garante que enquanto estiver vestindo o vermelho e preto da camisa do Furacão, vai respeitar as decisões do técnico. "Se eu não me engano, eu era o jogador que mais tinha atuado com a camisa do Atlético neste ano e ele (Antonio Lopes) chegou e tem as opções dele, o que eu respeito. Estou tranqüilo e nesta partida contra o Figueirense vou poder atuar normalmente. Se tiver que ficar no banco eu vou ficar e se tiver que jogar eu vou jogar”, finalizou.



Últimas Notícias

Opinião

Passo a passo

O mundo anda acelerado demais. Era um processo que já vínhamos passando mas parece que se acelerou no período pós pandemia, pois todo mundo parece…