9 jun 2005 - 10h57

Gallo cobra liberação de Robinho e Léo

Depois de ter conseguido a liberação de Robinho e Ricardinho para a primeira partida pelas quartas-de-final da Copa Libertadores contra o Atlético, agora o técnico do Santos cobra a presença de Léo e Robinho para a partida de volta, no dia 15 de junho, na Vila Belmiro.

Os jogadores foram convocados para a Seleção Brasileira que disputará da Copa das Confederações na Alemanha. Gallo menosprezou a importância da competição e cobrou a liberação dos atletas santistas: "Não há motivo de levá-los nesse momento decisivo para o Santos. Essa Copa das Confederações não representa nada em termos de ranking para a seleção. Se ainda fosse realizado dois meses antes da Copa do Mundo, até entenderia a razão de convocá-los, mas temos um ano pela frente", delcarou ao Pele.net.

O treinador do Santos foi incisivo: "Vou ficar indignado se não houver a liberação dos jogadores por parte da CBF. Até agradeci pessoalmente o Parreira por ter cedido o Léo e Robinho naquele primeiro jogo contra o Atlético-PR. Tenho certeza que a CBF vai pensar direito e dar novamente um sinal positivo para nós".

Caso não obtenha a liberação da CBF, o treinador já definiu seus substitutos: Wendel e Giovanni. "Estou me preparando para a situação de contar com o Wendel, na esquerda, e o Giovanni, no ataque. Porém, ainda conto com a palavra da CBF", disse Gallo.

No lado do Atlético, o desfalque é o meia Evandro, que está servindo à Seleção Brasileira Sub-20 que disputa o Mundial da Holanda.

Fonte: Pele.net (adaptada)



Últimas Notícias

Opinião

Passo a passo

O mundo anda acelerado demais. Era um processo que já vínhamos passando mas parece que se acelerou no período pós pandemia, pois todo mundo parece…