10 jun 2005 - 9h51

Ricardo Teixeira diz que não irá liberar Robinho e Léo

O presidente da CBF, Ricardo Teixeira, disse durante o vôo de volta de Buenos Aires, após a derrota para a Argentina, que não irá liberar Robinho e Léo, do Santos, para que ambos disputem a Copa Libertadores. De acordo com pessoas que ouviram a declaração, foi a palavra final na questão da liberação de jogadores, informou a rádio Jovem Pan.

Nesta quinta-feira, o técnico Gallo, do Santos, disse que ficaria "indignado" caso o time santista não conseguisse a liberação dos dois atletas para a disputa do jogo de volta da Libertadores, no dia 15, contra o Atlético-PR.

"A Argentina liberou todos os jogadores do River e o México fez o mesmo. Então eu vou ficar indignado se não conseguir. Temos a necessidade e eu até já agradeci o Parreira pela primeira liberação", explicou Gallo, referindo-se ao fato de poder ter contado com Robinho e Ricardinho no primeiro jogo com o Atlético.



Últimas Notícias

Opinião

Passo a passo

O mundo anda acelerado demais. Era um processo que já vínhamos passando mas parece que se acelerou no período pós pandemia, pois todo mundo parece…