11 jun 2005 - 18h11

Ainda bem que foi de portões fechados

Quem não pôde ir não perdeu nada. Atlético Paranaense e Figueirense fizeram uma das piores partidas até agora do Campeonato Brasileiro. Com os portões fechados por causa de uma punição imposta pelo STJD, o Rubro-negro não conseguiu vencer pela primeira vez e ainda amargura a lanterna da competição. O Figueirense também está na área de risco do rebaixamento. O jogo começou num bom ritmo para o Atlético. Aos quatro e cinco minutos o Rubro-negro teve duas ótimas chances de abrir o placar. Na primeira o volante André Rocha recebeu na entrada da área mas errou a pontaria. A bola foi para fora. Em seguida o atacante Lima fez boa jogada pela esquerda e chutou em cima do goleiro Edson Bastos. No rebote Aloísio não conseguiu completar.

Aos poucos o Figueirense equilibrou a partida e passou a dominar o meio-campo. As principais jogadas dos catarinenses eram de bola parada. Numa falta cobrada perto da grande área, Paulo Sérgio mandou uma bomba que passou muito perto do gol de Diego. A resposta do Atlético veio de novo com André Rocha. No passe de Durval, ele disperdiçou mais uma boa chance. Aos vinte e nove minutos foi a vez de Lima errar uma conclusão. Ele passou por dois marcadores mas não foi feliz na hora de chutar ao gol. A bola, fraca, foi para fora.O outro lance de perigo no primeiro tempo foi de Edmundo. Ele recebeu em posição duvidosa e chutou a bola com perigo ao gol de Diego.

Monotonia

O segundo tempo de Atlético e Figueirense foi pra lá de monótono. Poucas chances de gol, muitos passes errados e a nítida falta de disposição dos jogadores. O time de Florianópolis assustava com Edmundo. O "Animal" era o homem base no ataque catarinense. Só que as principais chances do adversário eram barradas por Diego, o melhor jogador atleticano.

O Rubro-negro demorou mais de meia hora para chegar perto do gol do Figueira. Num contra-ataque puxado por Jancarlos, Lima tentou a conclusão, mas chutou muito fraco. Depois disso o jogo esfriou novamente e o goleiro atleticano precisou fazer novas intervenções para evitar a sétima derrota consecutiva do Furacão no Campeonato Brasileiro.

%ficha=427%

Melhores lances da partida

Primeiro tempo
4 min – André Rocha recebeu boa bola na entrada da área e chutou para fora
5 min – Lima passou pelo adversário e chutou em cima do goleiro. Aloísio tentou no rebote
17 min – Paulo Sérgio cobrou falta com perigo
23 min – Durval tocou para André Rocha. Ele quase fez o primeiro do Atlético
29 min – Lima passou por dois marcadores mas errou na finalização
40 min – Edmundo recebeu em posição duvidosa e quase marcou
46 min – Fim do primeiro tempo

Segundo tempo
7 min – Edmundo tocou para Nildo. Sozinho, ele perdeu uma boa chance de marcar
19 min – Edmundo recebeu lançamento na pequena área e Diego fez boa defesa
24 min – Diego fez nova boa defesa num chute forte de fora da área
31 min – Contra-ataque do Atlético. Jancarlos tocou para Lima, que chutou errado
35 min – Diego fez milagre e salvou o Atlético mais uma vez
47 min – Fim de jogo



Últimas Notícias

Brasileiro

Libertadores, estamos chegando!

Na Arena da Baixada, o Athletico enfrentou o Botafogo pela última rodada do Campeonato Brasileiro de 2022. Dependendo somente das suas forças para garantir presença…