13 jun 2005 - 14h50

Manchetes atleticanas desta segunda-feira

Semana decisiva para brasileiros na Libertadores
Os três clubes brasileiros que estão nas quartas-de-final da Taça Libertadores vão viver uma semana decisiva. São Paulo, Santos e Atlético-PR entram em campo na quarta-feira buscando as vagas nas semifinais do principal torneio interclubes do continente.

 

Atlético já pensa no jogo contra o Santos
Além do cansaço, os jogadores sentiram a falta de público, devido a punição sofrida pelo Furacão de ter que jogar fora da Kyocera Arena e com portões fechados devido a uma bomba atirada no gramado na partida contra o Corinthians. "É difícil jogar sem torcida. Hoje, a nossa equipe precisava muito do torcedor incentivando, mas, infelizmente, isso não foi possível", lamentou o atacante Lima.

 

Atlético aponta cansaço
"Sabíamos que os fortes treinamentos da semana iriam acusar um cansaço na equipe. Não tivemos fôlego e começamos a errar muitos passes, por falta de reflexo, de aproximação. E errar passe no futebol é uma tragédia, não se cria nada", lamentou o treinador atleticano.

 

Furacão culpa cansaço, mas comemora primeiro ponto
Além disso, os atletas afirmaram que sentiram falta da torcida apoiando o time. Para o atacante Lima, o apoio do torcedor era fundamental neste jogo e acabou contribuindo para o fraco desempenho e o resultado ruim. Apesar disso, os jogadores comemoraram a conquista do primeiro ponto, já que o Atlético havia perdido as seis partidas anteriores.

 

“Temos vergonha na cara”, diz Diego
Após o empate sem gols diante do Figueirense, o goleiro Diego, do Atlético, lamentou o fato de o time permanecer sem nenhuma vitória no Campeonato Brasileiro. Mesmo assim, o jogador, um dos principais responsáveis pelo 0 a 0 no placar, encontrou motivo para comemorar.

 

Atlético tropeça e pensa na Libertadores
Após sete rodadas, segue na lanterna da competição. A partida, de nível técnico sofrível, teve cenário inusitado: o Atlético jogou no Couto Pereira, estádio do rival Coritiba, a portões fechados, devido a uma punição imposta pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD).

 


Últimas Notícias

Opinião

Passo a passo

O mundo anda acelerado demais. Era um processo que já vínhamos passando mas parece que se acelerou no período pós pandemia, pois todo mundo parece…