13 jun 2005 - 23h03

Santos promete atropelar o Atlético

Nem a perda de Fabinho, que sofreu um entorse forte no tornozelo esquerdo e fica fora durante 15 dias, e o inesperado empate com o Fluminense, domingo, conseguiram quebrar o ânimo dos jogadores do Santos para a decisão contra o Atlético-PR, nesta quarta-feira, às 22h, na Vila Belmiro, quando o time se classifica às semifinais da Copa Libertadores da América com uma vitória por 1 a 0. Todos afirmam que na Vila, o Santos vai atropelar o time paranaense.

A procura por ingressos está sendo apenas razoável porque a torcida ficou desconfiada após o empate por 1 a 1 com o Fluminense. Foram colocados à venda 18 mil ingressos e a cadeira coberta de fundo (as laterais foram cedidas à Toyota) custa R$ 50 e o ingresso comum R$ 20.

No começo da noite, duas emissoras de rádio da Baixada Santista anunciaram que o técnico Alexandre Gallo teria pedido ao seu ´guru´ Vanderlei Luxemburgo, técnico do Real Madri, atualmente em férias no Brasil, para que ele fazer uma palestra motivacional para os jogadores no hotel em que o time está concentrado. "Essa é uma notícia maldosa, plantada por alguém não se sabe com que intenção", desmentiu o assessor de imprensa de Luxemburgo e de Gallo, Luís Lombardi. "Nos próximos dias ele vai visitar o CT Rei Pelé para rever os jogadores e ver como estão as obras iniciadas quando ele ainda estava no clube", completou.

Escalação

Para o lugar de Fabinho, jogador encarregado de proteger a cabeça da área, o preferido é Zé Elias, um dos melhores em campo diante do Fluminense. Como a volta de Ricardinho é certa, Bóvio deve ser recuado para fazer a função de segundo volante. O médico Carlos Braga também garante o retorno de Paulo César, embora ele não tenha treinado nesta à tarde. Se Paulo César voltar, Gallo pode usá-lo na lateral-esquerda, mantendo Flávio na direita para que Wendel possa atuar na meia, onde rende mais.

Isso pode acontecer principalmente se Basílio, que ainda depende de teste para saber se poderá jogar, for reprovado e Giovanni tiver que ser adiantado para formar a dupla de ataque com Deivid. Se Basílio for liberado, fará dupla com Deivid e Giovanni jogará como quarto jogador do meio-de-campo.

Todos os cuidados estão sendo tomados para evitar uma surpresa diante o time do experiente Antônio Lopes. Logo depois do jogo de domingo, o técnico Gallo avisou que o início da concentração havia sido antecipada para a noite desta segunda-feira , alegando que o descanso é a melhor preparação no momento. Nas preleções, o técnico vai lembrar os erros que o time cometeu na partida de ida, na Arena da Baixada, quando saiu na frente no marcador e permitiu que o Atlético-PR ganhasse, de virada, por 3 a 2, mesmo com um jogador a menos desde os 26 minutos do primeiro tempo. "A Libertadores é uma competição diferente e o time vai precisar jogar com outro espírito, com garra e procurando não errar", recomenda Zé Elias.

Depois de um começo irregular, marcado por seguidas contusões, no segundo semestre do ano passado, Zé Elias vem se tornando importante titular e líder do time. No domingo, ele correu o risco de ser expulso de campo, quando bateu palmas para juiz na marcação do pênalti de Mauro.

"Foi pênalti mas estávamos irritados com as ameaças de expulsão que ele fazia a todo momento. Passado o jogo e fazendo uma autocrítica, acho que nos comportamos mal. Agora, o melhor é esquecer", concluiu o volante.



Últimas Notícias

Opinião

PlaneJUMENTO

Antes de tudo, dar os devidos créditos ao @fabiangarrett93 que cunhou tal termo no Twitter sendo de uma felicidade incrível pois ilustra perfeitamente aquilo que…