15 jun 2005 - 13h50

Confirmado: Santos não terá Giovanni

Se o Santos já não tinha o lateral Léo e Robinho para a partida desta quarta-feira diante do Atlético, agora também não terá o meia Giovanni. Em comunicado no site da Conmebol (Confederação Sul-Americana de Futebol) , a entidade afirmou que o jogador não poderá atuar na segunda partida das quartas-de-final da Libertadores.

"Ele está inscrito mas não pode jogar", afirmou Luis Henrique de Menezes, diretor de futebol do Santos, em entrevista à rádio Bandeirantes.

O regulamento da competição diz que após concluída a segunda fase da Libertadores, cada clube poderá fazer três alterações para a próxima fase, até 48h antes do início dos jogos da semifinal. O que houve, segundo Menezes, foi um erro de interpretação do regulamento. "Nós consideramos o campeonato como um todo e não fase por fase", explicou Menezes.

Sendo assim, o Santos não poderá utilizar Giovanni, já que ele foi inscrito na competição com as quartas-de-final já em andamento.

"Ele foi inscrito depois do Santos começar as quartas-de-final. Se o Santos se classificar para as semifinais ele pode jogar nomalmente. Os jogadores têm que ser inscritos antes do início de cada etapa", afirmou Nestor Benítez, assessor de imprensa da Conmebol.

Em nenhum momento o Santos entrou em contato com a Conmebol para saber se Giovanni estava liberado para jogar. Partiu da entidade a iniciativa de mandar um fax para o Peixe, na manhã desta quarta-feira, para notificar que o atleta não tem condições de atuar contra o Altético. Além disso, na noite de terça-feira, a nota do site da entidade na internet (www.conmebol.com), que indicava a inscrição do jogador no torneio, foi alterarada.

Sem Giovanni, o técnico Gallo terá que quebrar a cabeça para escalar o meio-campo, isso a apenas 8h do início da partida que define uma vaga na semifinal. Os únicos meias inscritos na competição que estão à disposição do treinador são Tcheco e Rossini. Outra opção é escalar o time com três atacantes: Deivid, Fabiano e Basílio



Últimas Notícias

Opinião

Passo a passo

O mundo anda acelerado demais. Era um processo que já vínhamos passando mas parece que se acelerou no período pós pandemia, pois todo mundo parece…