16 jun 2005 - 0h50

Lopes: “Fomos quase perfeitos”

Se na partida de Curitiba a garra foi o principal combustível do Atlético para conseguir a vitória, no jogo desta quarta-feira a aplicação tática dos atletas foi o diferencial atleticano para conseguir a vitória e, conseqüentemente, a classificação para as semifinais da Copa Libertadores da América. A opinião é do técnico Antonio Lopes. Para o comandante atleticano, a classificação do Rubro-negro foi mais do que merecida.

“A aplicação da gurizada ajudou muito. Os garotos fizeram uma grande apresentação, classificamos porque merecemos. O grupo todo está de parabéns”, disse Lopes, que completou: “se não foi uma equipe perfeita, foi quase perfeita no jogo de hoje”.



Últimas Notícias

Opinião

Passo a passo

O mundo anda acelerado demais. Era um processo que já vínhamos passando mas parece que se acelerou no período pós pandemia, pois todo mundo parece…