O Fala, Atleticano é um canal de manifestação da torcida do Atlético. Os textos abaixo publicados foram escritos por torcedores rubro-negros e não representam necessariamente a opinião dos responsáveis pelo site. Os autores se responsabilizam pelos textos por eles assinados. Para colaborar com um texto, clique aqui e siga as instruções. Confira abaixo os textos dos torcedores rubro-negros:
16 jun 2005 - 22h46

Mais um grande passo

Dia 15 de junho de 2005, um dia para entrar nós torcedores fanáticos do Clube Atlético dos paranaenses não nos esquecermos nunca, uma data a ser guarada para sempre em nossas memórias, devemos nos lembrar de cada segundo desse jogo, de cada dividida debola, de cada passe, mas nos lembramos principalmente da raça e amor à camisa desmonstrados pelos jogadores ontem, pode ser visto nosemblante de cada jogador a gana e a concentração para que mais um final feliz ocorresse.

Entramos em campo ontem contra tudo e contra todos, entramos para provar que em se tratando de Libertadores da América ganha o time que é mais “macho”, o time que entra pra ganhar não pra jogar bonito, Libertadores se ganha com o coração, e foi dessa maneira que ganhamos ontem, com o coração. Ganhamos também pois tivemos uma coisa que os peixinhos não tiveram, respeito, respeitamos o time do Santos, mas nunca tememos eles.

Como foi bom ontem ver os nossos jogadores se postando em campos como homens, Diego como sempre uma muralha fechando a meta sempre com a tranqüilidade que lhe é característica, Jancarlos marcando como um leão e anulando as jogadas de Wendell, Durval e Danilo passaram a segurança que precisava para o time todo, foram elementos vitais nessa partida, pois a partir do momento em que se tem uma defesa sólida os meia e atacantes se sentem tranqüilos para realizarem seus papéis sem ter aquela preocupação de terem que marcar, Marcão como sempre é eseperado dele foi um líder, souber dar bronca quando necessário e soube incentivar quando rpecisou tranqüilizando nossos jogadores, Cocito, sempre foi criticado, por ser violento e muitas vezes imprudente, ontem fez muita gente “queimar a língua”, jogando com conciência e anulando a meia cancha do Santos, André Rocha, foi um gigante, anulou o Ricardinho e soube subir ao ataque na hora certa, Ticão apesar de ser um menino ainda soube como administrar a pressão que lhe foi imposta, soube conduzir com maestria o nosso meio campo, Fabrício, eu sou um assíduo crítico dele, mas ontem fez um jogo regular, apesar de não acertar muito os passes e ser displicente em várias jogadas soube marcar bem e teve muita raça, Lima esse é o jogador símbolo desse Atlético, corre como ninguém, ataca e defende, briga pela bola, não desiste de nenhuma jogada, Lima é O cara, Aloísio, esse sim é o matador que nós precisávamos, desencantou na hora certa, dois gols antológicos para serem lembrados sempre, teve muita raça e mereceu os dois gols, e lógico que eu não poderia de deixar de agradecer também ao nosso treinador Antonio Lopes, que ontem ensino o técnico adversário como se é um treinador de verdad, o delegado acabou com a “tática” aramada pelo Gallo, sem contar que ele deu uma nova cara ao Atlético, um time com fibra e garra que era o que não tínhamos antes.

Hoje de manhã acordei e fui dar uma olhada nos veículos de comunicação, todos eles, TV, rádio, internet, jornais, queria saber o que tinham achado do jogo de ontem, qual não é a minha surpresa quando vejo que a insuportável imprensa paulista não me dizia que a culpa do Santos perder o jogo ontem foi d CBF e do Símon, não consigo acreditar que nem depois de levarem de 5×2 vocês não podem dizer que o Furacão foi melhor que o Santos, pois se vocês não se lembram senhores jornalistas de São Paulo, mas o Atlético também estava desfalcado, sem Evandro, Dênis Marques, Cleo, Rodrigo, Dagoberto e Alan Bahia, mas não vi os srs. falarem isso nenhuma fez. Reclama do Simom? Mas não vi ninguém falar nada quando o arbítro que apitou o primeiro jogo, fez aquela “lambança”, aí os srs. não falam nada? Vamos tratar o futebol brasileiro com mais profissionalismo. Fica aqui a minha indignação e meu repúdio a vocês.

No mais queria agradecer a todos que fizeram esse dia de hoje um dia mais feliz para os mais de 1 milhão de atleticanos espalhados por todos os cantos do mundo, e que o sonho não pare por aqui pois temos condições e raça para chegarmos muito mais longe.



Últimas Notícias

Notícia

Deu tela azul, no Azuriz

Pela sexta rodada do Campeonato Paranaense o Athletico recebeu o Azuriz. E desde o início demonstrou que está em franca evolução. Já aos 4 minutos,…