21 jun 2005 - 21h43

Conversas entre colégio e empresário não evoluem

Nesta terça-feira ocorreu a reunião entre os advogados do Colégio Expoente e do empresário Marcelo Gava, para definir o litígio que envolve o terreno onde fica a Kyocera Arena. O empresário divide igualmente com o Rubro-Negro a propriedade do terreno hoje ocupado pelo colégio ao lado da Arena.

Na segunda-feira já havia sido realizado um encontro entre o representante do Atlético e do Expoente, quando as partes chegaram a um acordo. No entanto, entre o colégio e o empresário as conversas não evoluíram nesta terça-feira.

O advogado do empresário, Iguacimir Franco diz que o acerto está incerto. “É uma situação delicada. Até temos boa vontade para flexibilizar o pagamento da dívida de dez anos que o colégio tem com o Marcelo Gava. Mas não nos apresentam nenhuma proposta plausível”, declarou Franco.

De acordo com o advogado, a dívida gira em torno de R$ 8 milhões, referentes aos aluguéis que o colégio não pagou aos proprietários (Atlético e Marcelo Gava). O Atlético abriu mão dos valores a que tem direito, mas o empresário não tem a mesma posição.

O Expoente, por meio da assessoria de imprensa, confirmou a reunião entre as assessorias jurídicas e declarou estar aberto a novas conversas, dispostos a encontrar uma solução para o caso.

No início do mês a pendência foi levada ao chefe da Casa Civil, Caíto Quintana para que mediasse a situação e as partes chegassem a um acordo, que aconteceu apenas entre o Atlético e Expoente, ainda falta o acerto entre Marcelo Gava e o colégio, que segue indefinido.

Fonte: TudoParaná



Últimas Notícias

Opinião

Passo a passo

O mundo anda acelerado demais. Era um processo que já vínhamos passando mas parece que se acelerou no período pós pandemia, pois todo mundo parece…