23 jun 2005 - 16h18

Marketing do Atlético compõe música para jogo de hoje

A torcida atleticana terá mais uma novidade na partida de hoje, entre Atlético e Chivas na Kyocera Arena. Além de milhares de bexigas vermelhas e faixas Rubro-Negras por todo estádio, os torcedores poderão ouvir e cantar uma nova canção inspirada no ritmo do cantor e compositor Zé Rodrix. A música "Soy Latino Americano", criada pelo cantor brasileiro fez muito sucesso na década de 70 e agora, em uma nova versão desenvolvida pela equipe interna do Atlético, volta para embalar uma grande decisão.

A versão atleticana segue o ritmo mexicano mas com um toque especial do famoso "Portunhol". A letra será distribuída para os torcedores que estiverem presentes na Kyocera Arena nas bocas de acesso e nas lanchonetes da Kyocera Arena. A idéia é descontrair com o novo ritmo e empurrar o Atlético ainda mais rumo à final da Copa Libertadores da América.

Música

Enquanto a versão atleticana ainda não é divulgada, confira a letra da canção original de Zé Rodrix:

Soy latino americano
(Letra e música: Zé Rodrix e Livi)

Não acordo muito cedo
Mas não fico preocupado
Muita gente me censura
E acha que estou errado
Meu caminho pro trabalho
É um pouco mais comprido
Eu vou sempre pela praia
Que é muito mais divertido
Soy latino americano
E nunca me engano
E nunca me engano
É legal voltar pra casa
Mas eu não volto correndo
Quem tem pressa de ir embora
No transporte vai morrendo
E eu que não me apresso nunca
Pro meu bar eu vou correndo
E encontro a minha turma toda
Sentada na mesa dizendo, assim!
Soy latino americano…
Quando eu abro a minha porta
Muita gente está jantando
Quando eu ponho a minha mesa
Muita gente está deitando
Eu me arrumo e vou pra rua
E na rua eu vou achando
Muita gente que trabalha
Se divertindo e cantando, assim!
Soy latino americano…
Oh-Oh-Oh-Oh-Oh…
Soy latino americano…



Últimas Notícias

Opinião

Passo a passo

O mundo anda acelerado demais. Era um processo que já vínhamos passando mas parece que se acelerou no período pós pandemia, pois todo mundo parece…