29 jun 2005 - 15h02

Kléber volta a se atrasar e será punido pelo América

O atacante Kléber, ex-Atlético, repetiu nesta semana uma conduta que se tornou rotineira em sua carreira: atrasar-se na reapresentação do plantel para uma nova temporada. Desde seus tempos de Atlético, o jogador causou confusão por demorar para voltar e prolongar as férias. Mesmo depois de negociado com o futebol mexicano, Kléber continuou mantendo a tática, utilizando cada vez uma desculpa diferente.

O primeiro caso de atraso de Kléber que ficou famoso foi em 2002, logo após a conquista do título brasileiro. O atacante demorou mais de duas semanas para retornar a Curitiba depois de uma viagem a São Luís e justificou dizendo que sua mãe teve problemas de saúde. Chegou a ser ameaçado de perder 80% do salário, mas não foi punido.

Depois, Kléber foi negociado com o Tigres, do México. Logo ao final de sua primeira temporada no clube, atrasou-se na reapresentação. No final do ano de 2003, o caso foi mais grave. Kléber levou mais de 10 dias para voltar ao Tigres e foi ameaçado de ser denunciado à FIFA. Na metade do ano passado, o goleador foi negociado com o Veracruz, mas jogou apenas seis meses pela equipe e transferiu-se para o poderoso América do México. Pelo América, Kléber conquistou o título mexicano da última temporada e também resolveu esticar as férias. A reapresentação estava marcada para esta terça-feira, mas o atacante brasileiro foi o único que não compareceu.

Manolo Lapuente, vice-presidente do América, telefonou para Kléber no Brasil, mas não conseguiu falar o atacante. Ele está passando suas férias no Maranhão e, segundo seus familiares, voltará ainda nesta semana para o México. Mesmo assim, Lapuente informou que o jogador será punido.



Últimas Notícias

Opinião

Passo a passo

O mundo anda acelerado demais. Era um processo que já vínhamos passando mas parece que se acelerou no período pós pandemia, pois todo mundo parece…