30 jun 2005 - 9h57

Ex-técnico do Boca pede desculpas em Guadalajara

O ex-técnico do Boca Juniors Jorge Benitez visitou o clube mexicano Guadalajara na quarta-feira para desculpar-se por ter cuspido no atacante Adolfo Bautista durante partida da Copa Libertadores há três semanas. Benitez deixou o cargo no clube mais popular da Argentina um dia depois que as câmeras flagraram o incidente, que aconteceu quando Bautista deixava o gramado depois de ter sido expulso no segundo tempo da partida pelas quartas-de-final.

"Eu queria vir aqui desde o dia em que aconteceu", disse Benitez aos repórteres. "Espero que as pessoas entendam. Sou um ser humano e foi um momento muito difícil." O Guadalajara ganhou a partida de ida por 4 a 0 estava segurando um empate sem gols no jogo de volta em Buenos Aires, quando Bautista envolveu-se em uma briga com o atacante do Boca Martin Palermo, que também foi expulso.

Bautista também foi agredido por um torcedor e chutado por um gandula ao deixar o campo. O incidente provocou confusão na torcida, o que levou à suspensão da partida. Bautista, suspenso pelo restante da competição, ficou parcialmente impressionado com o gesto de Benitez. "Ele é homem por ter feito a viagem, mas só isso", disse Bautista. "Se ele quer realmente desculpar-se, deveria falar com a Conmebol e pedir que me deixem jogar, o que é a coisa mais importante para mim no momento."

O Guadalajara recebe o Atlético Paranaense nesta quinta-feira para a segunda partida da semifinal. Os brasileiros venceram a primeira por 3 a 0.

Fonte: Reuters / Último Segundo



Últimas Notícias

Opinião

Passo a passo

O mundo anda acelerado demais. Era um processo que já vínhamos passando mas parece que se acelerou no período pós pandemia, pois todo mundo parece…