O Fala, Atleticano é um canal de manifestação da torcida do Atlético. Os textos abaixo publicados foram escritos por torcedores rubro-negros e não representam necessariamente a opinião dos responsáveis pelo site. Os autores se responsabilizam pelos textos por eles assinados. Para colaborar com um texto, clique aqui e siga as instruções. Confira abaixo os textos dos torcedores rubro-negros:
8 jul 2005 - 19h43

A chance

Era o ano de 1948. A atlético montou uma equipe única, que acabou marcando época na história do futebol paranaense e brasileiro, pois essa equipe gerou a mítica do nome “Furacão”.

Quando imagino o que houve naquela época, fico infeliz por não a ter vivido, já que ela deve ter sido mágica, já que as marcas foram tão profundas que até hoje perdura a imagem do Furacão da raça e da magia, quando qualquer pessoa fala no Atlético, e essa imagem foi construída em 1949. Imagino que deve ter sido um time único, exemplar, pois já se vão 56 anos e o “apelido” está mais forte que nunca. Quantos de nós não sentem orgulho em dizer que o time do nosso coração é o Furacão da baixada? Deve ter sido um momento tão fantástico, o dos anos de 1948/49, que até em nosso hino, existe referência a ele. Inclusive, o chamamos de “o Hino do Furacão”, antes de ser chamado hino do Atlético, como diz o segundo refrão. Parece que a referência ao “Furacão” nos emociona mais até que o próprio nome de nosso time.

Imagino que isso ocorre devido à raça e competência que o time de 1948/49 mostrou. Em minha imaginação, vejo o time de 48/49 como o símbolo do Atlético, de onde tiramos nossas imagens de heróis. Goleiro são comparados com Caju; atacantes, com Jackson e Cireno.

Hoje, 2005, vivemos novos tempos. Fomos campeões brasileiros em 2001, e conseguimos outras tantas glórias. Temos, agora, uma nova chance de fazermos história. Os jogadores dessa equipe, de hoje, possuem o poder de se colocar na mesmo patamar que os dos times heróicos de 1948/49 e 2001. Só depende deles fazer a história, incorporando a raça daquele time de 56 anos atrás, raça que foi igualada pelos valentes de 2001.

Vocês: Diego, Tiago Cardoso, Vinicius, Jancarlos, André Rocha, Marín, Marcão, Danilo, Durval, Tiago Vieira, Alan Bahia, Cocito, Ticão, Fernandinho, Evandro, Fabrício, Aloísio, Lima, Jorge Henrique e Cléo, todos vocês têm a oportunidade, a chance de fazer história no FURACÃO e estarem, para sempre, como parte dessa maravilhosa nação. Agarrem-na na raça e nos dêem a vitória!

Estaremos com vocês no dia 14 para fazermos a história do Furacão!



Últimas Notícias

Notícia

Deu tela azul, no Azuriz

Pela sexta rodada do Campeonato Paranaense o Athletico recebeu o Azuriz. E desde o início demonstrou que está em franca evolução. Já aos 4 minutos,…