14 jul 2005 - 11h17

São-paulinos soltaram foguetes durante a madrugada

SÃO PAULO – Alguns torcedores do São Paulo soltaram foguetes em locais próximos ao hotel do Atlético durante a madrugada desta quinta-feira. O objetivo foi o de atrapalhar o sono dos atletas rubro-negros para a partida da noite de hoje, contra o São Paulo, pela final da Copa Toyota Libertadores da América. Os primeiros foguetes estouraram por volta da meia-noite e os últimos em torno das 4h, segundo relato de funcionários do hotel.

Nos andares mais altos, onde os atletas estão hospedados, o barulho não pôde ser percebido. Quem reclamou do tumulto foi um grupo de turistas estrangeiros, que ocupou andares mais baixos. Alguns dirigentes atleticanos também ouviram os barulhos e se recordaram da conquista do Campeonato Brasileiro. "Em 2001, ficamos no mesmo hotel e houve foguetório e buzinaço durante toda a madrugada. Hoje foi menos intenso", disse um dirigente, que preferiu não se identificar.

O diretor científico Antonio Carlos Gomes, acostumado a grandes decisões, não ouviu os fogos durante a noite, mas disse que mesmo sem os barulhos a véspera de uma decisão é sempre muito complicada. "Quem não sentir algo diferente não é normal. Lembro que em 1977, quando disputei o Mundial de atletismo em Paris, fiquei muito ansioso. É preciso saber conviver com isso", afirmou Gomes.

Em entrevista ao programa Redação Sportv, o dirigente reiterou que os fatores extra-campo se tornam irrelevantes depois que o jogo começa. "O esporte de alto rendimento tem de ser decidido na quadra esportiva, dentro de campo. Essas coisas externas são alguns elementos, mas o importante é o que acontece no gramado", observou.

Reportagem: Furacao.com, direto de São Paulo



Últimas Notícias

Brasileiro

Libertadores, estamos chegando!

Na Arena da Baixada, o Athletico enfrentou o Botafogo pela última rodada do Campeonato Brasileiro de 2022. Dependendo somente das suas forças para garantir presença…