17 jul 2005 - 18h53

Fabrício dedica gol às pessoas que o apoiaram

38 minutos do segundo tempo. Atlético Mineiro e Atlético Paranaense empatavam por 2 a 2 quando o jogador rubro-negro Caetano sofreu falta na intermediária. O meia Fabrício pediu para bater e, na cobrança com muito efeito, a zaga adversária se atrapalhou e a bola foi direto para o fundo da rede do goleiro Danrlei. Assim ficou decretado o placar a favor do Rubro-negro, em 3 a 2, resultado que fez o time deixar a lanterna da competição. Seria normal, se não fosse o jogador Fabrício o autor do gol da vitória. Ele, há três dias perdeu um pênalti na final da Copa Libertadores da América, quando o São Paulo consagrou-se tricampeão. Mesmo assim, o jogador foi tema de algumas faixas com frases de motivação espalhadas pelo estádio Mineirão.

Foi o terceiro gol de Fabrício no Campeonato Brasileiro. O jogador já havia marcado contra o Flamengo (1 x 1) e Corinthians (1 x 2), em ambas as partidas com gols de falta. Muito assediado pela imprensa esportiva no final do jogo, Fabrício desabafou: "Essa vitória nos deu condições para que deixássemos a lanterna. Sempre bato todas as cobranças de falta em direção ao gol porque sempre tem condições de acontecer o que aconteceu hoje. O pessoal se atrapalhou lá na frente e fez com que esse gol me deu tranqüilidade para voltar a trabalhar".

Fabrício também agradeceu o carinho recebido em Minas Gerais, sua terra natal, e comentou sobre a concentração da equipe para os próximos jogos. "Me sinto muito bem aqui, fico feliz em voltar e receber o carinho de todos. Mas estou muito bem no Atlético, que é a minha vida e a minha casa. Graças a Deus consegui fazer esse gol. Infelizmente acabei perdendo o pênalti na quinta, mas isso não quer dizer que eu fui mal em toda a Libertadores. Todo jogador perde pênalti, acontece. Foi um momento infeliz, mas não me sinto responsável pela derrota do Atlético na final. Só tenho a agradecer todo o pessoal me apóia e dizer que estamos concentrados 100% no Brasileiro. Hoje começamos a nossa volta por cima e temos tudo para chegar nas primeiras colocações", finalizou o meia, que foi saudado pela torcida no final do jogo.



Últimas Notícias

Brasileiro

Saudades do ex? Por aqui, não.

Pela terceira rodada do Brasileirão, o Athletico foi até Porto Alegre para enfrentar o Grêmio de Tiago Nunes. Surpreendente na escalação, António Oliveira iniciou o…