21 jul 2005 - 1h23

Cocito pede a mesma vibração da Libertadores

O volante Cocito disputou a partida desta quarta-feira contra o Fluminense, na Kyocera Arena, no sacríficio. Ele sentia dores no tornozelo e também está fortemente gripado. "Além do tornozelo, peguei uma gripe forte, mas joguei até onde dava", disse o volante, que foi substituído por Ticão aos 17 minutos do segundo tempo.

Cocito comemorou a vitória por 3 a 2, mas disse que o time não pode ficar deslumbrado e tem de manter a foco. "Temos de transportar toda a vibração da Libertadores e fazer de cada jogo uma decisão", opinou.



Últimas Notícias