5 ago 2005 - 22h35

Atlético perde nos pênaltis e está fora da final da Taça BH

O Atlético perdeu para o Bahia por 5 a 4 nos pênaltis na semifinal da Taça BH de Futebol Júnior de 2005. O jogo foi disputado na noite desta sexta-feira no Estádio JK, em Manhuaçu, no interior de Minas Gerais. Desfalcado de Schumacher (servindo o time profissional) e de Alex e Lucas Piasentin (suspensos), o Furacão acabou sendo eliminado na semifinal.

No tempo normal, Atlético e Bahia empataram por 0 a 0. Com isso, a decisão da vaga foi para a disputa de cobranças de tiro livre da marca penal. O Bahia venceu por 5 a 4, em um duelo muito acirrado.

No outro jogo da semifinal, o Atlético Mineiro derrotou o Cruzeiro por 2 a 1 no Estádio Independência. Éder Deleon abriu o marcador aos 6 minutos do segundo tempo. Leandro Figueiredo empatou para o Cruzeiro aos 28, mas no minuto seguinte Neilor, contra, marcou o gol que definiu a partida. Atlético Mineiro e Bahia disputarão a final da Taça BH no próximo domingo ao meio-dia, no Estádio Castor Cifuentes, em Nova Lima (região metropolitana de Belo Horizonte).

O Atlético foi campeão da Taça BH em 1996. Em 2003, ficou com o vice-campeonato, perdendo a final nos pênaltis para o Flamengo.

Campanha

O Atlético venceu cinco jogos, empatou dois e perdeu um. O time marcou 11 gols e sofreu apenas dois. O atacante Schumacher foi o principal artilheiro com 3 gols. Confira como foram os jogos do Atlético na Taça BH de Juniores de 2005:

Primeira fase
Atlético 1 x 0 Brasiliense – gol: Rodrigo Crasso
Atlético 2 x 0 Botafogo – gols: Chico e Thiago Gasparino
Atlético 3 x 1 Ipiranga – gols: Schumacher (2) e Leandro Bravin
Atlético 0 x 0 Figueirense
Atlético 0 x 1 Grêmio de Manhumirim

Oitavas-de-final
Atlético 2 x 0 Vila Nova – gols: Schumacher e Rhodolfo

Quartas-de-final
Atlético 3 x 0 Figueirense – gols: Anderson Aquino e Ricardinho (2)

Semifinal
Atlético 0 x 0 Bahia – disputa de pênaltis: 4 x 5



Últimas Notícias

Brasileirão A1

Até empatar!

Pela nona rodada do Brasileirão, na Baixada, Athletico 1 x 1 Anderson Daronco. Como já esperado, o jogo seria bastante brigado e equilibrado. O desequilíbrio…

Brasileirão A1

Pra espantar a zica

Pela oitava rodada do Brasileirão, na Baixada, Athletico 3 x 1 Criciúma. Precisando se recuperar das últimas péssimas atuações, o Athletico foi a campo pressionado.…

Opinião

O paradoxo de Cuca

Há motivos para se gostar de Cuca, não necessariamente pelo o que tem feito aqui, mas pelo seu histórico vencedor, estando claramente na prateleira de…

Brasileirão A1

Mais do mesmo…

Pela sétima rodada do Brasileirão, no Presidente Vargas, Fortaleza 1 x 0 Athletico. Se a dificuldade técnica do time do Athletico já era esperada para…