10 ago 2005 - 15h35

Campeonato Brasileiro será exibido no exterior em 2006

Assim como os campeonatos italiano e espanhol conquistaram audiência cativa no Brasil, o Campeonato Brasileiro de Futebol está de malas prontas para se exibir no exterior. A Rede Globo de Televisão prepara-se para apresentar o produto na Sportel principal feira de conteúdo esportivo para televisão do mundo e que acontece mês que vem em Mônaco.

Segundo o superintendente comercial da TV Globo, Octávio Florisbal, a expectativa é de que com a comercialização tanto do Brasileiro, como dos campeonatos regionais – Paulista e Carioca, principalmente – a receita com direito de transmissão duplique, dentro de cinco anos. Hoje ela soma US$ 3 milhões.

Segundo Florisbal, a idéia é oferecer os jogos com transmissões em espanhol e inglês. Além disso, haverá interação com outras plataformas, principalmente internet, com notícias sobre os jogos, os jogadores, quadro de classificação e demais detalhes. "É um mercado com muito potencial de crescimento. E há muito interesse tanto de emissoras abertas quanto das por assinatura", diz o executivo.

Os principais mercados para a transmissão do brasileiro hoje são os Estados Unidos, alguns países latino-americanos, Inglaterra, Espanha e Itália, além de Japão e China. "Em resumo, o futebol brasileiro tem potencial de venda em todos os continentes". Florisbal diz que já há conversas em andamento e que a feira servirá para o fechamento de negócios. Ele explica que os jogos podem ser gravados aqui e depois transmitidos por satélite para os países interessados. Haverá narração em inglês e em espanhol.

A julgar pelo desempenho de vendas dos jogos das eliminatórias para a Copa do Mundo no ano que vem na Alemanha, o Brasileiro fará um passeio pelas emissoras internacionais. De acordo com o diretor da Traffic Marketing Esportivo , que detém os direitos de transmissão das eliminatórias para a América Latina e alguns países europeus, Marcelo Millet, há emissoras no Japão que compram até jogos antigos de Brasil e Argentina, aproveitando a proximidade com a Copa do Mundo.

Segundo Millet, a última edição da Libertadores de América, conquistada pelo São Paulo Futebol Clube, foi exportada para 91 países – contra 47 no ano passado. "Vendemos para Ásia, Europa, África. Temos clientes na Albânia, em Andorra, na Inglaterra e na Espanha", diz ele.



Últimas Notícias

Fala, Atleticano

Jogo da vida

Por curiosidade, fui verificar qual a possibilidade da queda do CAP para a segunda divisão, e apresentou 16.4%, preocupante em vista que estamos num bolo…

Fala, Atleticano

Flertando com a ZR

Como já disse, estou feliz por ser Bicampeão Sulamericano e estar na final do Copa do Brasil, mas, deste jeito não dá. Ontem mais uma…