16 ago 2005 - 9h29

Manchetes atleticanas desta terça-feira

Se o técnico Paulo Autuori, do São Paulo, queria “esquentar” a semana da partida contra o Atlético pelo Campeonato Brasileiro, terá que procurar outra provocação. A declaração do treinador no sítio oficial do clube paulista, de que o jogo de sábado será “uma guerra”, foi esfriada pelos jogadores do Rubro-Negro. Com os dois times lutando para fugir do rebaixamento, a partida tem tudo para se transformar numa “decisão” às avessas, mas sem revanche da final da Copa Libertadores da América.

 

Antes das partidas contra o São Caetano e Paysandu, vários jogadores do Atlético trocaram as quatro linhas do gramado pelo banheiro. A lista inclui Paulo André, Finazzi e Evandro – o último nem embarcou para Belém, onde o time perdeu para o lanterna da competição por 2 a 1 e, do Aeroporto Afonso Pena, foi levado direto para o Hospital Vitta. Já o meia Cléverson entrou em campo no sábado, sentiu tonturas e 17 minutos depois teve de ser substituído.

 

O volante Cocito, o meia Evandro e os atacantes Aloísio e Finazzi devem ser liberados pelo departamento médico, sendo que os dois últimos estavam com problemas estomacais. Além deles, o lateral-esquerdo Marcão e o meia Ferreira também retornam ao time, depois de cumprirem suspensão automática pelo cartão vermelho na partida contra o São Caetano.

 

Já o Atlético permanece arriscado de cair à segunda divisão. Segundo o Infobola, as chances são de 30%. Para o Chancedegol, que considera também os resultados do ano passado, a probabilidade é menor: 16,2%. O mesmo site mostra ainda a chance de rebaixamento conforme a pontuação alcançada após as 42 rodadas.

 

O intervalo de uma semana entre a 20 e a 21 rodada do Campeonato Brasileiro de 2005 poderá ser providencial para o Atlético. Cocito, Aloísio e Caetano, todos no departamento médico, terão alguns dias a mais para recuperação e talvez reforcem o Furacão no jogo contra o São Paulo, na Kyocera Arena, no próximo fim de semana.

 

O técnico destacou ainda o mau momento vivido pela defesa atleticana, que sofreu nove gols nas últimas três rodadas. "Precisamos nos preocupar por ter tomado tantos gols. Vamos treinar e tentar corrigir essas falhas", continuou Lopes.

 

Os zagueiros adversários que se cuidem porque a fera está vindo aí. E não está feliz! Na revanche da final da Libertadores tão esperada pelo torcedor atleticano, que acontecerá no próximo sábado na Arena, no jogo entre Atlético-PR e São Paulo, o treinador Antônio Lopes poderá contar com a volta do atacante Dagoberto, que se recupera de uma lesão no joelho.

 


Últimas Notícias

Brasileirão A1

Até empatar!

Pela nona rodada do Brasileirão, na Baixada, Athletico 1 x 1 Anderson Daronco. Como já esperado, o jogo seria bastante brigado e equilibrado. O desequilíbrio…

Brasileirão A1

Pra espantar a zica

Pela oitava rodada do Brasileirão, na Baixada, Athletico 3 x 1 Criciúma. Precisando se recuperar das últimas péssimas atuações, o Athletico foi a campo pressionado.…

Opinião

O paradoxo de Cuca

Há motivos para se gostar de Cuca, não necessariamente pelo o que tem feito aqui, mas pelo seu histórico vencedor, estando claramente na prateleira de…