22 ago 2005 - 17h48

Lopes tem dificuldade para escolher os laterais

O técnico Antonio Lopes terá de quebrar a cabeça para montar a equipe do Atlético para o jogo contra a Ponte Preta, na próxima quarta-feira, em Campinas. Além de não poder contar com Fabrício, Dagoberto e Aloísio (todos machucados), o treinador também não terá à sua disposição os laterais Jancarlos, André Rocha e Marcão, todos suspensos.

No meio-campo e no ataque, Lopes deverá ter mais facilidade para escalar o time. Evandro e Ferreira devem ser os meias titulares do time agora que Fabrício está afastado por contusão. No ataque, Lima volta ao time depois de cumprir suspensão. Para o banco, ele poderá escolher entre Denis Marques, retornando de suspensão, além de Caetano, Schumacher e Ricardinho.

Porém, a maior preocupação do técnico é nas laterais. O capitão Marcão recebeu seu nono cartão amarelo na competição e terá de cumprir suspensão pela quarta vez (ele também foi expulso uma vez). Marín e Beto são os reservas da posição, mas os dois não foram bem nas chances que tiveram. O colombiano segue como favorito para jogar na quarta-feira, mas não está descartada a possibilidade de o treinador experimentar outro atleta na função durante os treinamentos.

A lateral-direita está ainda mais complicada. Sem Jancarlos, expulso contra o São Paulo, Antonio Lopes normalmente optaria por André Rocha. No entanto, o reserva imediato recebeu o terceiro amarelo e também terá de cumprir suspensão. Etto e André Luiz estão praticamente negociados com clubes estrangeiros e não fazem mais parte dos planos do técnico. Diante disso, o volante Ticão pode ser improvisado na posição. Outra possibilidade, mais remota, é o aproveitamento de Thiago Gasparino, dos juniores.



Últimas Notícias