3 set 2005 - 19h51

Contra o Peixe, Atlético terá meio-campo reserva

Se o meio-campo é o "cérebro" do time, o técnico Antônio Lopes terá de trabalhar para não deixar a equipe do Atlético acéfala. Os titulares do setor, que ajudaram o clube a chegar ao vice-campeonato da Libertadores e a tirar o Rubro-negro da zona de rebaixamento do Brasileiro, estarão todos de fora do jogo contra o Santos, dia 7.

A operação-desmanche do meio-campo do Atlético se deve a negociação, lesão e suspensão. O volante Cocito foi vendido para o Tenerife, da Espanha. Já o meio-campista Fabrício sofreu séria contusão no jogo contra o São Paulo e só deve retornar em 2006. Outra baixa foi Evandro, que cumpre suspensão. E nesta sexta-feira, a equipe perdeu Alan Bahia, também lesionado.

O jogador acusou dores pubianas e vai ficar pelo menos duas semanas sem poder atuar. Com isso, Lopes vai escalar um meio-campo desconhecido dos torcedores rubro-negros. Devem atuar Douglas, André Rocha, Marcus Winicius e Ferreira. A equipe já está praticamente escalada e ainda terá o desfalque de Lima, suspenso. A boa notícia é que o lateral-direito Jancarlos se recuperou de entorse no tornozelo direito e joga.

O Atlético tende a atuar com Diego; Jancarlos, Danilo, Paulo André e Marcão; Douglas, André Rocha, Marcus Winicius e Ferreira; Finazzi e Dênis Marques.



Últimas Notícias

Opinião

PlaneJUMENTO

Antes de tudo, dar os devidos créditos ao @fabiangarrett93 que cunhou tal termo no Twitter sendo de uma felicidade incrível pois ilustra perfeitamente aquilo que…