8 out 2005 - 14h34

Para Dago, disputa no ataque é boa para o time

Aloísio, Dagoberto, Lima, Finazzi e Denis Marques. Os cinco atacantes à disposição do técnico Evaristo de Macedo comprovam, na opinião do treinador, a força ofensiva que tradicionalmente caracteriza o Furacão. “O Atlético tem espírito ofensivo. É um time que parte para cima”, afirma o técnico.

Para Dagoberto, o leque de opções à disposição de Evaristo só confirma a qualidade do elenco atleticano. “O Atlético ganha com isso porque são todos jogadores com muita qualidade”, afirma.

Opinião compartilhada por Denis Marques. “Quem tem a ganhar com tudo isso é o próprio Atlético. Quem for jogar vai dar o máximo para jogar bem e marcar os gols para o time”, disse.

Estatísticas

Na temporada 2005, Lima é o principal artilheiro do Atlético, com 18 gols marcados (quatro no Paranaense, seis na Libertadores e oito no Brasileiro). Considerando apenas o Brasileirão, Finazzi divide com Lima a lista dos goleadores do time, também marcando oito gols. Aloísio é o vice-artilheiro do Atlético no ano, balançando as redes adversárias nove vezes (três no Paranaense, quatro na Libertadores e dois no Brasileiro). E Dagoberto, que voltou há uma semana a atuar com a camisa Rubro-negra, já comprovou seu faro de gol, marcando um gol na partida contra o Fortaleza.

Clique aqui e confira o desempenho ofensivo atleticano durante toda a temporada 2005.



Últimas Notícias

Ao Sol e à Sombra

Gol de Matosas

É verdadeiramente impossível descrever o que se sente na primeira vez em que se entra em um estádio de futebol lotado, sobretudo quando se vive…

Brasileiro

Derrota em Porto Alegre

O Furacão fez boa partida, principalmente na primeira etapa, mas não reverteu em gols as chances e sofreu o castigo fatal aos 31 da etapa…