11 out 2005 - 14h45

"Estamos errando bisonhamente", diz Joel Santana

A indignação do técnico Joel Santana com a defesa do Brasiliense ganhou contornos exagerados até mesmo para quem tem fama de retranqueiro. Tanto que o treinador decidiu lançar quatro volantes em vez dos três habituais para o jogo contra o Atlético, hoje, às 20h30, na Arena da Baixada, em Curitiba. Ao setor ofensivo restará apenas um meia de ligação, Marcelinho Carioca, e um atacante, Oséas.

A preocupação de Joel em não levar gols esta noite pode soar excessiva, mas tem respaldo em números nada favoráveis ao Jacaré, que segue na zona de descenso do Brasileirão, em 20º, e acumula sete partidas sem vitórias (seis derrotas). A última vez em que o clube do DF terminou um jogo sem ter as próprias redes balançadas foi no encerramento do turno, em agosto, quando goleou a Ponte Preta, por 4 x 0.

No returno, sofreu 21 gols nas nove partidas disputadas, incluindo a derrota por 3 x 0 para o Fluminense, impugnada pela Justiça Desportiva por ter sido apitado pelo ex-árbitro Edílson Pereira de Carvalho, pivô da "máfia do apito". "É inadmissível tomar tantos gols como nós. Estamos errando bisonhamente", reconheceu Joel Santana.

Ataque inoperante

Se a defesa anda mal, o setor ofensivo não fica atrás: no segundo turno, o Jacaré fez apenas dez gols. Mas, pelo menos hoje, Joel não parece preocupado com a inoperância do setor. Caso contrário, dificilmente mandaria Igor ao banco de reservas e escalaria Oséas, que não atua desde que torceu o tornozelo direito no início de setembro. "Eu queria um jogador mais de área", justificou o treinador, que não terá os meias Iranildo e Alex Oliveira, contundidos.

Segundo Oséas, o tempo sem atuar e a falta de ritmo não serão empecilhos. "Serei o ponto de referência na área e dependo do Marcelo e dos laterais. Se eles não passarem a bola, dificultarão minha vida", disse o centroavante, que acumula quatro gols neste Brasileirão.

Fonte: Jornal de Brasília



Últimas Notícias

Notícias

Já faz um ano….

Neste dia 04 de março faz exatamente um ano que o torcedor atleticano viu o Furacão de perto, ao vivo e em cores dentro da…