14 out 2005 - 11h57

Cheiro de marmelada: Santos pode ir à Justiça Comum

O presidente do Santos, Marcelo Teixeira, concederá entrevista coletiva na tarde desta sexta-feira. Os dirigentes do Peixe não querem antececipar o conteúdo, mas devem anunciar que o clube irá recorrer à Justiça Comum.

O Santos alega ter sido prejudicado pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), que anulou os 11 jogos apitados pelo árbitro Edílson Pereira de Carvalho, réu confesso no processo que investiga um esquema de manipulação de resultados.

Ontem, após os incidentes – quando muitos torcedores invadiram o gramado e atletas e o trio de arbitragem foram ameaçados – o diretor jurídico do Santos, Mário Mello chegou a defender a tese de que o clube deveria abandonar o campeonato.

A Vila Belmiro corre sério risco de interdição. O procurador geral do STJD, Paulo Marcos Schmitt revelou que ainda nesta sexta-feira deve encaminhar ao tribunal um pedido de interdição do estádio. O time do Santos corre o risco de ter de jogar fora da Vila e com portões fechados, já na próxima rodada do Campeonato Brasileiro.



Últimas Notícias

Notícias

Já faz um ano….

Neste dia 04 de março faz exatamente um ano que o torcedor atleticano viu o Furacão de perto, ao vivo e em cores dentro da…