O Fala, Atleticano é um canal de manifestação da torcida do Atlético. Os textos abaixo publicados foram escritos por torcedores rubro-negros e não representam necessariamente a opinião dos responsáveis pelo site. Os autores se responsabilizam pelos textos por eles assinados. Para colaborar com um texto, clique aqui e siga as instruções. Confira abaixo os textos dos torcedores rubro-negros:
28 out 2005 - 7h40

Brigar com bêbado…é muito ruim!

Esse ditado é muito velho, mas sábio. Quem briga com bêbado só se tem a perder. Se bater é covardia… se apanhar, é muito mais vergonhoso.

E foi o que aconteceu. Amigos…sou atleticano e moro no estado do Rio de Janeiro, numa cidade bem próxima de Volta Redonda , onde foi o jogo com o nosso freguês de caderno. Muito contente e com grande expectativa lá fui eu ver o meu Furacão e sem menosprezar ninguém pensei no caminho…se jogar sério e com determinação, o jogo é nosso.

Me acomodei no meio da torcida do adversário e assisti o desespero daquela gente…vendo seu time dar de bico, errar passes medíocres e ser totalmente envolvido pelo toque de bola e das jogadas do Atlético. Até os 17 minutos do primeiro tempo, quando já tínhamos desperdiçado boas chances e o Aloísio finalmente marca r(um belo) go,l o adversário já tinha sido furiosamente vaiado pela sua torcida desesperada.

Pensei…agora é que vão se desesperar e vai ser uma sacolada. Foi aí que voltou a síndrome da defesa peneira. Saída de bola…uma jogadinha pela esquerda e o adversário acerta um…apenas um cruzamento e a nossa gloriosa defesa se escancara. Empataram. Tudo bem pensei…uma bobeada..mas vamos concretizar as oportunidades que tivermos e já colocamos as coisas em ordem. Terrível….parecia uma briga de um homem forte contra um bêbado…as oportunidades continuaram a ser bisonha e ouso dizer …até displicentemente perdidas.

E o bêbado levando cacetada, mas teimando a brigar..do jeito que dava. Termina o primeiro tempo e aquela vaia ensurdecedora da torcida adversária…rsrs que desesperada vaiava até o grande Bolinha nosso massagista mas sempre xingando seu próprio bêbado..ops digo ..time.

Voltam para o segundo tempo. Confesso.Tentei harmonizar minha bronca com o meu time. Eu vi nele falta de atenção, eu vi displicência, eu vi quase um menosprezo pelo fraco adversário freguês de caderno. Recomeço de jogo..desespero da torcida continua. Só o Atlético joga. Confesso..eu acho que o Aloísio sofreu pênalti…rsrsr mas na hora que ele tinha que cair mesmo…ele se recupera na jogada…e mais um gol perdido. Cai Aloísio!!!! (quase gritei no meio da torcida boquiaberta de como as linhas de passe do Atlético, facilmente chegavam nas proximidades do gol adversário). Mas ..cadê o chute a gol?

E assim foi até desandar a defesa, com o velho Tuta fazendo aquilo que nossos atacantes deveriam fazer. Concretizar as oportunidades. Dois escanteios e uma batida de roupa do Tiago…..e o bêbado nocauteou o mocinho…Gente, sinceramente saí de lá envergonhado. Pela falta de atitude, pelas bobeadas de uma defesa que parecia ter aprendido jogar. Um torcedor…do adversário, descabelado a beira de um ataque de euforia berrava…PQP!!!!!…Ainda bem que eles mais entregam do que jogam.

Ta aí o resumo. Quem não tem atitude pra vencer, leva sacolada de bêbado. Não estou sendo radical porque se eu visse o meu Atlético perder, fazendo gols e tomando outros, batalhando…eu sairia dali pensando…foi um jogo duro que não conseguimos ganhar. Mas o que vi foi um jogo mole, com um adversário quase morto e que perdemos pra nossa defesa esburacada e para o nosso ataque inoperante.
Tomara que domingo essa falta de atitude vencedora desapareça contra o Paraná. E que continuemos aspirando coisas melhores, porque Libertadores,…….já era.



Últimas Notícias