28 out 2005 - 16h44

Caso Bruxo: 13 acusados estão fora do futebol

A Federação Paranaense de Futebol (FPF), através do Presidente Onaireves Nilo Rolim de Moura, enviou nesta sexta-feira, dia 28, ofício ao presidente do Tribunal de Justiça Desportiva do Paraná, Bortolo Escorssim, informando as providências que tomou para que nenhum dos 13 denunciados no inquérito do “Caso Bruxo” exerça qualquer atividade relacionada com o futebol do Paraná. Entre os cinco absolvidos e os oito condenados, todos estão fora de atividade.

A entidade pretende até no máximo o dia 10 de novembro indicar a nova comissão de arbitragem, de acordo com a sugestão dos clubes e da Associação de Árbitros do Paraná. A partir daí serão definidos a data e o local dos testes para a qualificação do quadro de árbitros para a temporada de 2006.

Fonte: assessoria de imprensa da Federação Paranaense de Futebol



Últimas Notícias

Ao Sol e à Sombra

Gol de Matosas

É verdadeiramente impossível descrever o que se sente na primeira vez em que se entra em um estádio de futebol lotado, sobretudo quando se vive…

Brasileiro

Derrota em Porto Alegre

O Furacão fez boa partida, principalmente na primeira etapa, mas não reverteu em gols as chances e sofreu o castigo fatal aos 31 da etapa…

Ao Sol e à Sombra

Alex Mineiro

Parecia o caso de um jogador que seria lembrado como coadjuvante de uma equipe imparável. Um carregador de piano, invisível aos olhos dos leigos, que…