1 nov 2005 - 12h28

Renato Gaúcho não quer clima de vingança na quinta

O jogo contra o Atlético, nesta quinta-feira, em são Januário, tem um sabor de vingança para o Vasco. No primeiro turno, o clube foi goleado de forma humilhante na Arena da Baixada: 7 a 2. Foi a maior derrota do time na história do Campeonato Brasileiro. Após a goleada, o Vasco fez uma limpa no elenco. A nau vascaína zarpou da Colina com 12 jogadores, entre eles, o goleiro Elinton, o zagueiro Gomes e o meia Felipe Alves, que foram titulares contra o Furacão.

"O Atlético Paranaense fez o papel dele. O Vasco estava uma bagunça na época, essa é a verdade. Tinha acabado de assumir. Eles jogaram muito e nós, nada", lembrou Renato Gaúcho, que exige a vitória, mas sem clima de dar o troco. "Não tem essa revanche. Um a zero para a gente já é goleada para mim", completou o treinador.

Dos 14 vascaínos que participaram daquela partida, apenas três vão entrar em campo na quinta-feira: Luciano, Wagner Diniz e Morais. "Sempre cito esse jogo como exemplo para os jogadores. Se tem chance de matar o jogo, mata. Como eles fizeram. Se aquele jogo tivesse mais uns cinco minutos, levaríamos mais gols", lembrou Renato.



Últimas Notícias

Notícias

Já faz um ano….

Neste dia 04 de março faz exatamente um ano que o torcedor atleticano viu o Furacão de perto, ao vivo e em cores dentro da…