4 nov 2005 - 17h31

Jogadores prometem mais dedicação contra o Palmeiras

A falta de vontade dos jogadores do Atlético durante a partida contra o Vasco da Gama ficou evidente. O técnico Evaristo de Macedo reclamou, ainda no intervalo da partida, da falta de objetividade de seus atletas. O Furacão exercia um domínio estéril. Apesar de manter maior posse de bola, o time pouco criou porque não partiu decisivamente em busca do gol. Ao final da partida, o zagueiro Danilo reconheceu que a equipe só "acordou" quando a partida já estava 2 a 0 para o adversário.

Para o jogo de domingo, contra o Palmeiras, a promessa é de uma postura diferente. Para começar, o fato de jogar na Arena já é uma garantia de que disposição não irá faltar. Além disso, voltarão jogadores raçudos, como Marcão, e habilidosos, como Dagoberto. Finalmente, o discurso dos atletas também evidencia que a torcida verá um jogo muito mais empolgante.

"Apesar de estarmos próximos do final do ano, não podemos relaxar", afirma o atacante Aloísio, cobrando mais disposição dos companheiros. "Precisamos vencer no domingo e temos que esquecer o que passou. Temos de pensar no Palmeiras. Precisamos sempre somar pontos e em casa é ainda mais importante", complementa Danilo, pensando somente na vitória.

O reconhecimento de que o time não jogou bem contra o Vasco é o primeiro passo para corrigir o equívoco já no próximo compromisso. "Cabe a nós fazer um bom jogo e conquistar um bom resultado. Assumimos nossos erros, mas agora temos de vencer", prega Aloísio, lembrando ainda que boas atuações valorizarão também os atletas.



Últimas Notícias

Ao Sol e à Sombra

Gol de Matosas

É verdadeiramente impossível descrever o que se sente na primeira vez em que se entra em um estádio de futebol lotado, sobretudo quando se vive…

Brasileiro

Derrota em Porto Alegre

O Furacão fez boa partida, principalmente na primeira etapa, mas não reverteu em gols as chances e sofreu o castigo fatal aos 31 da etapa…

Ao Sol e à Sombra

Alex Mineiro

Parecia o caso de um jogador que seria lembrado como coadjuvante de uma equipe imparável. Um carregador de piano, invisível aos olhos dos leigos, que…